Assédio sexual: Mulheres Militares Estaduais se mobilizam para acompanhar o julgamento no Tribunal de Justiça

O ato será às 13:00 horas, na Praça Nossa Senhora de Salete no Centro Cívico, em frente ao Tribunal de Justiça

As Militares Estaduais da Polícia Militar do Paraná, estão se mobilizando para acompanhar, no dia 7 de julho, a sessão de julgamento da apelação criminal em que um oficial médico da corporação é acusado de assédio sexual e atentado violento ao pudor.

O ato será às 13:00 horas, na Praça Nossa Senhora de Salete no Centro Cívico, em frente ao Tribunal de Justiça, onde o caso estará em pauta na 1ª Câmara Criminal, para o exame do recurso.

As Militares Estaduais e as Mulheres dos segmentos públicos e privados que puderem comparecer estão convidadas pela Coronel Rita Aparecida, veterana das fileiras da PMPR, Conselheira da Associação dos Militares e que em sua carreira, se destaca pela luta em defesa das Militares Estaduais.

A UMUSP – Repudia qualquer ato contra VIOLÊNCIA sofrida pelas nossas Polícias Militares, Civil, Científica, Penal e Esposas de PM/BM ou Outra Qualquer MULHER 👩🏻

“É fundamental que as militares estaduais se sintam seguras em denunciar casos desta natureza, até então sem precedentes, com a certeza do amparo jurídico e psicológico por parte das associações”, relata a Coronel Aparecida.

Local do evento: Curitiba

Praça Nossa Senhora de Salete

Centro Cívico

Dia: 07/07/2022

Horário: 13h00

Compareçam trajando camiseta branca.

“Não se deixe vencer pelo mal, mas vença o mal com o bem” – Romanos 12:21