Costureira faz máscaras em troca de chocolates para doar às crianças em situação de vulnerabilidade social

As confecções já encerraram, sendo que em poucos dias de produção, dona Maria das Neves Pereira arrecadou mais de 150 caixas de bombom

Diante da pandemia enfrentada pelo mundo todo nos últimos meses, muitas pessoas despertaram, ainda mais, o espírito de solidariedade e empatia. Com a falta de máscaras descartáveis no mercado, dona Maria das Neves Pereira, que é costureira e proprietária da loja Das Neves Uniformes em Irati, teve a ideia de confeccionar máscaras caseiras em troca de chocolates. 
Os utensílios feitos por ela e outros amigos voluntários foram entregues para pessoas que doaram chocolates, e Dona Maria fez outra ação, doou às crianças e famílias mais vulneráveis do município para celebrar esta Páscoa.
A procura pelas máscaras foi muito grande, a costureira chegou a fazer cerca de quatro mil máscaras e arrecadou mais de 150 caixas de bombom. “Foi uma experiência muito boa, porque eu não estava trabalhando, então pensei em ajudar ambas as partes neste momento de pandemia”, comenta dona Maria.
Ela recebeu a doação de materiais, como TNT, que é um tecido bom para esse tipo de confecção. Todos que pegavam as máscaras levaram chocolates para alegrar a Páscoa de muitos e participar deste gesto de solidariedade. Dona Maria ressalta a importância de ajudar o próximo, especialmente neste momento delicado enfrentado por todos.
As arrecadações de chocolates foram entregues às igrejas São Miguel, Perpétuo Socorro e na Vila São João para que sejam distribuídas às crianças em maior vulnerabilidade social.
A costureira aproveita para agradecer a todos que colaboraram com esta ação. Pois conforme ela relatou, foi possível fazer doações particulares, além de dar uma caixa de bombom para cada voluntário que se empenhou na confecção das máscaras.
“Agradeço primeiramente a Deus por ter me dado saúde para fazer esta ação. Agradeço estas empresas e pessoas que doaram alimentos, chocolates e materiais para a confecção das máscaras, a Madeireira Rio Claro, Gica Festas, Rádio T, Dr. Alessandro e Dr. Maria Raquel e a Rádio Najuá por fazer a divulgação. Também aos voluntários que me ajudaram nesta boa ação, a contribuição de cada um permitiu que tudo desse certo”, agradece dona Maria.