Diretoria da OAB Paraná conduz primeiro compromisso coletivo da nova gestão

Cerimônia foi marcada pelo ineditismo de ser conduzida pela primeira mulher presidente em toda a história do órgão

Assessoria OAB Paraná

A primeira solenidade de compromisso coletivo de novos advogados da gestão 2022-2024, no início da noite desta terça-feira (25), foi marcada pelo ineditismo de ser conduzida pela primeira mulher presidente em toda a história da OAB Paraná e também pela emoção por parte dos diretores e dos compromissandos. O juramento no formato presencial inaugurou as atividades da nova diretoria com a participação de 14 profissionais que passam a integrar os quadros da seccional.
Os novos advogados foram recebidos pela presidente da OAB Paraná, Marilena Winter, pelo vice-presidente Fernando Deneka, pelo secretário-geral Henrique Gaede, pela diretora da Jovem Advocacia, Fernanda Valério, e pelo conselheiro André Luiz Nunes da Silva, que fez a saudação em nome do Conselho Estadual.
A cerimônia foi a primeira oportunidade de Marilena Winter se dirigir publicamente como presidente da OAB Paraná. “Nos meus 33 anos de carreira também sou uma iniciante. Estou aqui encorajada pelos meus pares e pela advocacia, entusiasmada e desafiada, porque estamos dando um salto na história”, disse Marilena. A presidente destacou também o fato de estarem à mesa a primeira diretora da Jovem Advocacia e um conselheiro representante da advocacia negra.

Marilena Winter é a primeira mulher presidente da OAB Paraná

Marilena Winter anunciou projetos ousados para a nova gestão e colocou a diretoria à disposição dos novos profissionais. “Contem conosco. Essa é a profissão mais bela que existe, porque temos a oportunidade de falar por alguém que não tem voz, temos o dever de trazer a justiça para os que sofrem, temos o direito como um poder transformador, o maior símbolo civilizatório da humanidade”, afirmou.
Os jovens advogados tiveram oportunidade de usar a tribuna e manifestar o sentimento de ingressar nos quadros da Ordem. “Gostaria de frisar a importância de receber o grau de advogada de uma mulher. Isso me torna muito orgulhosa de fazer parte desta casa”, revelou a advogada Julia Steffanello Brandão. Para João Maurício Polacchini de Oliveira, prestar o juramento da advocacia representou a “materialização de um sonho” iniciado há 12 anos.
“Temos uma equipe inteira de pessoas que nos trouxe até aqui. Estamos percorrendo um caminho, mas essa é só a primeira parada”, enfatizou Miguel Colomby da Rocha. “A gratidão é o que nos move. Temos que considerar toda uma trajetória, mas prestar compromisso diante de uma mulher é ainda melhor”, declarou Luana Florentino Fonseca.
Os demais diretores incentivaram e aconselharam os jovens profissionais sobre os desafios e deveres éticos da advocacia. A leitura do juramento foi feita pela advogada Jayne Piaskoski.