Entenda: inflação brasileira ultrapassa a da Venezuela em março

A inflação brasileira foi tão alta que chegou a ser considerada superior a da Venezuela. Entenda a realidade dos números

Gabriela Penha

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação, registrou 1,62% de alta no mês de março. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com esse resultado, a inflação brasileira superou a da Venezuela no mês.

Enquanto o IPCA teve alta de 1,62%, o Banco Central da Venezuela apontou 1,4% de aumento no preço no mês de março. Apesar disso, algumas entidades contestam esses números.

Inflação brasileira

É o caso do Observatório Venezuela de Finanças (OVF), que diz ter registrado um aumento nos preços de 17,8% no último mês. E que ao longo dos 12 últimos meses a taxa acumulada chega a 284,4%. Com esses novos números apresentados pelo Observatório, a inflação brasileira está muito abaixo da Venezuela. Ficou em 11,30% no mesmo período de 12 meses.

De acordo com o Banco Central da Venezuela, o que acontece é que em março a variação foi menor que a de fevereiro, que era de 2,9%. Assim, apesar do resultado brasileiro em março, os números não chegam nem perto da realidade na Venezuela.

A inflação registrada em março no Brasil é a maior para o mês em 28 anos. Assim, a última alta a níveis tão altos tinha sido em 1994, antes de o real ser a moeda brasileira. O resultado da inflação brasileira em março foi puxado pelos transportes (3,02%), seguido de alimentação e bebidas (2,42%). Só os dois indicadores foram responsáveis por mais de 70% do IPCA do mês de março.

Independentemente da situação na Venezuela, a inflação brasileira é por si só preocupante. Tanto que hoje é uma das maiores do mundo. Fica com a 4ª maior taxa entre os 44 países pesquisados pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Fonte: https://editalconcursosbrasil.com.br/noticias/2022/04/entenda-inflacao-brasileira-ultrapassa-a-da-venezuela-em-marco/