Gestores públicos e empresários da região participam de missão técnica em Bonito (MS)

Representantes da região dos Campos Gerais e Terra dos Pinheirais, participaram do Seminário Internacional de Ecoturismo

Sebrae

Um grupo formado por gestores públicos e empresários, da região dos Campos Gerais e Terra dos Pinheirais, participou de uma missão técnica, idealizada pelo Sebrae Paraná, que teve como destino Bonito (MS), no período de 18 a 21 de maio. A cidade foi sede do Seminário Internacional – Inspira Ecoturismo, com palestras, painéis e trocas de experiências sobre as práticas de valorização e preservação de recursos naturais que visam o fomento aos negócios turísticos.

“Os participantes tiveram a oportunidade de conhecer ações voltadas ao setor, nos âmbitos nacional e internacional, em termos de gestão e sustentabilidade”, comenta a consultora do Sebrae Paraná, Nádia Joboji. Para ela, é importante disseminar as informações e potencializar os novos produtos que estão sendo formatados na região dos Campos Gerais e Terra dos Pinheirais.

O diretor do Refúgio das Curucacas – operadora de turismo Cadastur, especializada em ecoturismo e turismo de aventura -, na região de Itaiacoca, em Ponta Grossa, Guilherme Forbeck, participou da missão técnica e representou a Agência de Desenvolvimento do Turismo dos Campos Gerais (Adetur).

Segundo ele, tanto a beleza cênica quanto o bioma de Bonito são semelhantes aos da região dos Campos Gerais. Além disso, as histórias são parecidas, porém em tempos distintos. “Bonito já teve o agronegócio como principal atividade econômica, mas graças ao trabalho integrado de sensibilização e qualificação, eles conseguiram mostrar que o turismo gera renda, contribui com a conservação ambiental, traz boas oportunidades e gera desenvolvimento sustentável. Nos Campos Gerais esse processo está iniciando”, comenta.

Conforme ele, outro ponto a se destacar é que Bonito é a referência de ecoturismo no Brasil, e tem atrativos com produtos de experiências turísticas certificados no sistema de gestão da segurança.

Quanto ao Seminário Internacional – Inspira Ecoturismo, o diretor da Adetur comenta que o evento oportunizou diversas palestras e painéis com empreendedores e gestores locais, regionais, de outros estados e até internacionais, que trouxeram suas experiências, boas práticas e desafios, inspirando os participantes. Tanto o Seminário quanto as visitas técnicas, segundo ele, oportunizaram rodas de conversa evidenciando que a integração entre os diferentes atores, mas também do turismo em áreas naturais com a cultura e gastronomia é o caminho para um destino de turismo sustentável.

“Tivemos a oportunidade de ir para um grande destino de ecoturismo e compreender que, para ser referência em turismo sustentável é preciso, além das belezas naturais, possuir bons produtos e serviços com alta qualificação de pessoal”, pontua.

A missão técnica oportunizou ainda, aos 16 integrantes do grupo, acompanhar o lançamento do Polo de Referência e Disseminação de Conhecimento no Ecoturismo, através do Sebrae/MS, que se dedica à produção e disseminação de conteúdos voltados para ajudar diversas pessoas interessadas e envolvidas no setor do turismo a implementar ações de forma prática à sua realidade, contribuindo assim para a construção de bases mais sustentáveis nos destinos turísticos brasileiros.