Ineti lança novo site e edital de assessoria empresarial

Os principais serviços oferecidos pela Ineti são a orientação no planejamento de negócios e o acompanhamento periódico da evolução da empresa

Há três anos, Ineti, que é a Incubadora de Negócios Irati, estimula a cultura empreendedora e a inovação, cooperando para a criação e a consolidação de empreendimentos. Os principais serviços oferecidos pela Ineti são a orientação no planejamento de negócios e o acompanhamento periódico da evolução da empresa, a partir da capacitação, assessoria e consultoria a empreendedores. Nesse tempo de atuação junto da Unicentro e de outros parceiros, a Ineti, por meio do seu atual diretor, professor Diogo Luders Fernandes, faz um balanço de como a incubadora tem colaborado para o desenvolvimento econômico da região de Irati.

“Nossa maior contribuição é, realmente, tentar fortalecer o ecossistema de empreendedorismo e de inovação do nosso município e região, falando um pouquinho sobre esses assuntos, despertando esse interesse e procurando dar assessoria para as pessoas que têm nos buscado nesses momentos de crise que estamos vivendo, para poder inovar seus negócios ou para empreender em um negócio novo”, avalia Diogo.

Para celebrar o aniversário da incubadora, a equipe preparou duas novidades. Uma delas é a remodelagem do site da Ineti, tornando sua interface muito mais dinâmica e interativa, priorizando a experiência do usuário. No site, os visitantes encontram informações sobre a Incubadora de Negócios Irati, como a apresentação das instituições parceiras e dos projetos incubados, bem como as formas de concorrer à assessoria empresarial. Além disso, o novo site da Ineti traz a indicação de cursos, eventos e um e-book com filmes, livros e séries recomendados para quem deseja empreender, mas ainda precisa de inspiração para começar.

“A maioria das pessoas quando vinham procurar a gente, a gente entendia que eles não sabiam nem como estruturar o seu negócio. Então, colocamos no site a parte de ‘Soluções’, no final dos nossos menus, onde a pessoa vai encontrar cursos que ela pode fazer – tanto para quem quer entrar na pré-incubação, incubação ou inovação. O site vem facilitar bastante a comunicação não só com os empreendedores que já estão incubados e trabalhando com a gente, mas com novos empreendedores que querem encontrar soluções e aprimorar seu empreendimento ou abrir um negócio novo”, detalha o diretor da Ineti.

A outra novidade lançada em comemoração ao aniversário da Ineti é a publicação de um edital de fluxo contínuo para a seleção de projetos com potencial empreendedor. Os interessados podem submeter propostas a qualquer momento e ingressar em um dos três programas ofertados – o de Pré Incubação, o de Incubação e o de Inovação. Este último é a mais recente modalidade implementada na incubadora, como explica o diretor Diogo. “Um processo que estamos trazendo para a incubadora agora é o de Inovação, que é para pessoas que já possuem o seu negócio e querem inovar, seja na forma de processo ou na forma de produto. É um processo curto, de dois a seis meses, em que vão poder ter toda a capacitação e treinamento para poder fazer essa inovação. É algo legal para lançar um produto novo e ver como funciona ou quando quer inovar no processo de produção, de venda”.

E foi buscando estratégias para lançar um novo produto que o Cesar Luiz Machado Filho e a Eliana Gubert Segui, sócios do Café Delphina, procuraram a Ineti. Eles têm participado de capacitações e, segundo Cesar, elas têm ajudado a vislumbrar caminhos para um lançamento de sucesso. “A gente pensou em procurar a Ineti para termos um direcionamento sobre um produto novo que queríamos lançar – a torra do café. Já temos a cafeteria, mas esse produto novo requer um processo de produção totalmente diferente do que a gente já estava acostumado e um método de venda diferente também. Procuramos eles e começamos a ter aulas que estão nos ajudando muito, mostrando métodos diferentes de pensar, que não tínhamos imaginado ainda, nos ajudando a ter uma visão diferente sobre nossos clientes, sobre como ocorre o processo da produção, como surgem as ideias e como colocá-las em prática. Estamos no começo do projeto, ainda tem muita coisa, mas já está ajudando a abrir a nossa mente e olhar diferente o nosso produto”, detalha Cesar.

Na modalidade de pré-incubação, voltado para ideias que ainda não saíram do papel, a assessoria da Ineti é feita em torno do planejamento e validação do projeto em termos de mercado. Nesse processo, a incubadora já auxilia no desenvolvimento de uma identidade visual e na projeção financeira necessária para a concretização do empreendimento. Já na modalidade de incubação, indicada para quem já possui uma empresa e quer aprimorar estratégias, o modelo de negócios será reelaborado e revalidado, com vistas a aumentar o portfólio de produtos ou soluções para os clientes, traçar metas de crescimento, aperfeiçoar o marketing e organizar a gestão financeira. Os empreendimentos incubados na Ineti firmam contratos com duração de 24 meses e no caso de projetos pré-incubados o prazo limite é de 12 meses. Para quem tem interesse em ingressar com seu empreendimento na Ineti é necessário seguir as instruções do edital de fluxo contínuo e preencher o formulário de inscrição online.

Essa coleta de informações, segundo o diretor da Ineti, serve para que a equipe da incubadora possa avaliar o nível de maturidade do negócio, determinando, assim, em qual programa o candidato se enquadraria se aprovado no processo seletivo.“O próprio Sumário Executivo, que é o formulário de inscrição, vai dar indício do que a pessoa tem que colocar, do que ela precisa descrever para a gente sobre o seu negócio. Basicamente, é para entendermos quais são as ideias dela, o que pretende fazer, qual o público que pretende atingir, qual a experiência que tem nesta área ou em outra área qualquer”, finaliza.