INSS: Qual a duração da pensão por morte?

A pensão por morte é paga pelo INSS e tem duração diferente para cada caso. Veja em quais situações o benefício é vitalício

Gabriela Penha

pensão por morte é um benefício previdenciário pago todos os meses para os dependentes da pessoa falecida. Nada mais é que o valor que o trabalhador recebia como aposentado ou por fruto do trabalho. É uma forma de cuidar economicamente da família de quem se vai. Veja por quanto tempo dura o benefício.

Primeiramente é importante saber que a pensão por morte tem duração variada. E a definição do período depende de vários fatores. A pensão é paga todos os meses pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Duração da pensão por morte

A pensão por morte é um direito das pessoas consideradas dependentes. Ou seja, vale para o companheiro, filhos menores de 21 anos ou inválidos, assim como para os pais da pessoa falecida. O INSS considera uma ordem de preferência nos pagamentos.

Quanto à duração da pensão por morte, o tempo varia de 4 meses para os segurados que tiveram menos de 18 contribuições. Mas pode ser também vitalícia caso o dependente tenha mais de 45 anos de idade. Por exemplo, se o companheiro(a) tiver entre 22 e 27 anos, a pensão por morte tem duração de 6 anos. Ou seja, o tempo de duração do benefício varia de acordo com a idade da pessoa dependente.

No caso dos filhos ou irmãos da pessoa falecida, a pensão por morte dura até que o dependente complete 21 anos. Já se o benefício for para os pais do segurado que morreu, a duração pode ser vitalícia desde que seja comprovada a dependência econômica.

Todas essas regras são definidas pelo INSS. Para pedir a pensão por morte, a pessoa dependente precisa entrar em contato pelo telefone 135. É possível fazer o pedido também pelo aplicativo ou site Meu INSS. É necessário apresentar os documentos pessoais do dependente, assim como da pessoa falecida.

Fonte: https://editalconcursosbrasil.com.br/noticias/2022/04/inss-qual-a-duracao-da-pensao-por-morte/