MULHERES INSPIRADORAS

No domingo, 8 de março, será comemorado o Dia Internacional da Mulher, uma data especial, principalmente para lembrar como um

No domingo, 8 de março, será comemorado o Dia Internacional da Mulher, uma data especial, principalmente para lembrar como um dia para reivindicar igualdade de gênero, partindo da origem da data em que mais de 120 operárias de uma fábrica nos Estados Unidos morreram em um incêndio, em 1911.

A data vai muito além do que é hoje, mostra a luta da mulher no dia a dia. São inúmeras situações que elas são submetidas e precisam provar que, sendo mulheres, conseguem e podem ser o que elas quiserem. Para celebrar este dia, buscamos histórias inspiradoras com a ajuda dos nossos leitores. Três biografias estão nas páginas 8 e 9 do jornal, e também no vídeo no Facebook, para mostrarmos que as mulheres são capazes, guerreiras, lutadoras e podem ir muito além.

A primeira história, de Rozilda Aparecida Ferreira, uma professora que sofreu depressão, tentou o suicídio, mas agora, ajuda outras pessoas a vencerem esse desafio, dando palestras para os jovens. A doença do século afeta mais de 322 milhões de pessoas no mundo, e ela, mulher guerreira que é, conseguiu se levantar e ainda por cima, colaborar para que outras não entrem nessa situação.

Outra história que contamos é da tenente Gisleia Aparecida Ferreira, que em 24 anos na Polícia Militar mostra a força da mulher em um mundo cercado, na sua maioria, pelo homem. Começou como um trabalho que tinha um salário maior e acabou se tornando a profissão, mudou rumos para viver nessa área, teve que ajustar tudo para sustentar e educar as duas filhas que tem, teve que enfrentar muitas pessoas, muitas leis para conseguir chegar onde está.

Por último, e não menos importante, destacamos a história de Ana Maria Gadens Bora, uma artesã de mão cheia, alegre, divertida e espontânea, mostra em cada detalhe do que faz, em seus 61 anos de vida, a paixão pelo artesanato, o que a levou para o Carnaval do Rio de Janeiro e hoje é contratada pela Grande Rio.

As três histórias são apaixonantes, são mulheres guerreiras, sim, que enfrentaram muitos desafios para conseguir viver. E são essas mulheres que inspiram aquelas que vão à luta, que não temem a nada, que não se sentem menor por ser mulher, são essas que sabem o seu valor, que sabem o que querem e que não desistem fácil. Parabéns, mulheres inspiradoras, este dia é de vocês!