Óleo de cozinha usado abastece voo de 7 horas da França até o Canadá

Em voo da Air France, uso do combustível de aviação sustentável evitou a emissão de 20 toneladas de CO2

Na última terça-feira, 18, um avião da linha aérea Air France utilizou óleo de cozinha usado como abastecimento e realizou um voo com duração de quase sete horas, de Paris, na França, até Montreal, no Canadá.

Para realizar o primeiro voo de longo curso com combustível de aviação sustentável (SAF, na sigla em francês), a Air France-KLM se juntou com as linhas Total, Airbus e o operador aeroportuário Groupe ADP.

“O voo 342 da Air France decolou hoje às 15h40 do Terminal 2E do aeroporto Paris-Charles de Gaulle para Montreal, levando pela primeira vez em seus tanques combustível sustentável produzido pela Total em suas fábricas francesas,” escreveu a linha aérea francesa em comunicado.

Em nota, a empresa explica que o biocombustível usado para o voo “foi feito de resíduos e resíduos provenientes da economia circular. A Total produziu o SAF a partir de óleo de cozinha usado em sua biorrefinaria La Mède no sul da França e em sua fábrica Oudalle perto de Le Havre, sem usar qualquer óleo vegetal virgem.”

Ao todo, o uso do SAF evitou a emissão de 20 toneladas de CO2. O óleo de cozinha usado que abastece o voo consome 25% menos combustível do que seu antecessor, de acordo com a empresa.

A iniciativa das companhias francesas é em resposta ao Acordo Verde Europeu. Em específico, a França quer que todos os voos que partem do país usem ao menos 1% do combustível de aviação sustentável até 2022, aumentando para 2% até 2025 e 5% até 2030.

 

Este vôo é um resultado tangível da ambição compartilhada dos quatro grupos de descarbonizar o transporte aéreo e desenvolver uma cadeia de suprimentos SAF na França, pré-requisito para a generalização de seu uso nos aeroportos franceses”, disse a empresa.

A Air France já fez um voo com combustível sustentável em 2009 e, entre 2014 e 2016, realizou 78 voos usando “uma mistura SAF de 10% em colaboração com uma afiliada da Total”, porém, todos foram em percursos mais curtos do que o desta semana.