Prefeitura de Irati constrói nove primeiras casas do programa Prohabi

Residências estão em construção no Conjunto Joaquim Zarpelon

Jaqueline Lopes

A Prefeitura de Irati iniciou a construção das nove primeiras casas do programa Prohabi (Nossa Casa), que visa moradias dignas para a população do município. As residências estão sendo construídas no Conjunto Joaquim Zarpelon, em um terreno da administração municipal. A previsão é que sejam concluídas em 60 dias.

Além destas, mais 31 estão licitadas. Inicialmente, serão 40 residências e foram investidos, aproximadamente, R$ 1,8 milhão. O prefeito Jorge Derbli já garantiu que fará 100 casas pré-moldadas dentro do programa. Todas serão construídas em terrenos da Prefeitura. O investimento total será de R$ 3 milhões.

“Serão 100 casas neste modelo, em terrenos pertencentes ao município, para colocarmos famílias que estão em situação de vulnerabilidade social, e precisam de um teto e casa para morar” – Prefeito Jorge Derbli

“Nós estamos acompanhando a construção das primeiras casas populares do nosso programa. Serão 100 casas neste modelo, em terrenos pertencentes ao município, para colocarmos famílias que estão em situação de vulnerabilidade social, e precisam de um teto e casa para morar”, destaca o prefeito Jorge Derbli.

O programa foi criado pela Prefeitura e aprovado, por unanimidade, pela Câmara de Vereadores, a qual o prefeito agradece, e está na Lei 4905/2021. “Muito em breve estaremos entregando essas casas para essas famílias. O número de pessoas que precisam de residência é muito grande na Cohapar. Como não existe um programa para atender essas famílias que mais precisam, a Prefeitura se comprometeu e está executando as primeiras casas”, comenta Derbli.

De acordo com dados da Secretaria de Habitação de Irati, o município tem 1850 pessoas cadastradas para conseguir uma residência. Para a seleção destas que estão em construção, o secretário da pasta, Antonio Roberto Cequinel, explica que serão famílias indicadas pelos CRAS. “Cada um deles (CRAS) está indicando famílias que serão, inicialmente, escolhidas por critérios e pontuação. Além disso, a Prefeitura está usando terrenos do município para sair o custo bem menor. A Secretaria de Habitação fará a escolha, serão para as pessoas que mais precisam”, destaca o secretário.

Cequinel ainda comenta que estão em busca, junto do Governo do Estado, para conseguir mais conjuntos habitacionais para Irati, para, assim, diminuir a fila que o município tem hoje.

Estrutura e obra

Três das nove casas já estão com a estrutura pronta e mais seis estão em produção no Conjunto Joaquim Zarpelon. As residências são de 48 m² e contêm dois quartos, sala, cozinha e banheiro. Com a medida do terreno para as pessoas contempladas no programa, elas poderão ampliar o espaço futuramente.

De acordo com a secretária de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo, Jéssica Custódio, as casas são pré-moldadas, com material em concreto. “Estamos fazendo uma fiscalização pesada em relação à qualidade do material usado, para que não haja manutenções futuras para as pessoas que vierem a residir neste local”, destaca Jéssica.

Como fazer o cadastro 

O município está fazendo o cadastro junto com a Cohapar. A pessoa precisa ir até a Secretaria de Habitação, levar os documentos pessoais, comprovante de residência e renda, e o Cadastro Único que é feito nos CRAS.

Para a construção das casas, é preciso fazer uma conformidade nos terrenos, pois nem todos estão aptos para receber as casas. Paralelo a construção das nove residências, o maquinário já trabalha na readequação de outro que vai receber as residências do programa. A Prefeitura não abrirá várias frentes de trabalhos, vai iniciar uma e terminá-la para depois começar uma nova.

Segundo a secretária, a previsão é que a obra das nove casas seja finalizada em 60 dias, para ser entregue no mês de aniversário de Irati, comemorado em 15 de julho.