Sicredi confirma nova agencia em Inácio Martins

Novo espaço faz parte do projeto de expansão, que pretende abrir unidades em mais cidades na região

Em evento realizado, na sexta feira (26), de prestação de contas do Sicredi Centro Sul PR/SC/RJ, foi confirmada que será aberta uma nova agência em Inácio Martins. O empreendimento faz parte do planejamento de expansão da cooperativa de crédito. O objetivo é chegar até 2020 com mais de duas mil agências em todo o país.

Em 2018, a instituição, inaugurou um novo espaço em Irati, na Rua Antônio Cavalin, projeto, inicialmente ousado, mas que vem rendendo frutos para a instituição. “Quando decidimos abrir o espaço, sabíamos das dificuldades e que os resultados poderiam demorar a chegar, porém, hoje vejo que valeu muito a pena. Atualmente, temos quatro mil associados em Irati e isso é fruto de um trabalho muito grande”, relata o presidente do Sicredi Centro Sul PR/SC/RJ, Santo Cappellari.

Ele ainda comenta que todo esse crescimento ocorre, devido a uma política da empresa que é de valorizar o atendimento personalizado. “Claro que devemos olhar esses resultados financeiros, mas para nós, o que importa é essa procura pela nossa agência, de que as pessoas saibam que aqui elas terão exclusividade e um atendimento acima de tudo humanizado e é isso que procuramos passar a todos nossos colaboradores, para deixarmos de ser um banco ‘frio’, apesar de todas as facilidades da tecnologia, mas para que possamos também gerar confiança e empatia nos nossos clientes”, complementa Santo.

Sicredi Centro Sul 35 anos

Neste ano, o Sicredi regional completa 35 anos, com um grande número de associados e abertura de novas unidades. Durante todo esse período, a agência necessitou de paciência, pois, os crescimentos excessivos na instituição só foram possíveis a partir dos anos 2.000. “Hoje, temos um total de 21 agências na região, mas nem sempre foi assim, para se ter ideia, em dez anos de agência, possuíamos apenas 370 associados”, diz Santo.

 O novo empreendimento será um desafio para o Sicredi, pois não contará com dinheiro em espécie. “Sabemos dos altos custos que há para abrirmos um local, faremos uma experiência em Inácio Martins, esperamos que dê certo, para que possamos abrir outras agências, em cidades menores como Fernandes Pinheiro, levando um pouco mais do nosso serviço personalizado e próximo as pessoas”, conclui o presidente.