Situação da Covid-19 continua crítica em Irati e região

Município registra alto número de pacientes internados o que preocupa as autoridades

A situação dos casos de Covid-19 em Irati continua crítica. Os casos aumentaram e os internamentos não baixam de 20 pacientes todos os dias. O município de irati também registrou mais dois óbitos pela doença e chega a 50 mortes em decorrência da Covid-19.

Mesmo com o aumento de leitos, que passa de 400% na região, em que mais 25 foram criados para atender os pacientes, nos hospitais e Pronto Atendimento (.P.A), até esta quinta-feira (25), 26 pessoas estão interadas, seis na UTI, 14 na enfermaria e seis pessoas no Pronto Atendimento (P.A) na Vila São João, que estão à espera de um leito para serem transferidas. Em relação aos leitos de UTI, a macrorregião leste do Paraná está com 96% de ocupação, de acordo com o último boletim Covid-19 da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa).

A Santa Casa também continua com ocupação máxima, até esta quinta-feira (25), o hospital estava com 12 pacientes na enfermaria Covid, e 12 na UTI, também quatro pacientes no Pronto Socorro aguardando transferência. Com a ocupação alta em todo o estado, os pacientes internados precisam esperar liberar uma vaga no hospital.

O coordenador do COEF, enfermeiro Agostinho Basso, informa que com mais dois óbitos ocorridos nesta semana, o município tem uma taxa, em média, de 1,32% de óbitos em relação aos casos confirmados até quarta-feira (24). “O que mais nos chama a atenção e nos deixa preocupados, é quando fazemos esta porcentagem por mês. Porque sabemos que até novembro de 2020 a situação permanecia razoável, com poucos casos por dia e a mortalidade era realmente baixa, era outra cepa do vírus”.

Ele explica que quando os cálculos começaram a ser feitos mensalmente, ou até na média móvel que é a cada sete dias, as coisas mudaram drasticamente de janeiro de 2021 para cá. “Se formos pegar somente o mês de março, no dia 1º, quando Irati tinha 3.387 casos, até 24 de março, que Irati tem 3,667, são 350 casos novos. Porém, no mesmo período de 24 dias, tivemos 14 óbitos. Isso representa um aumento significativo na mortalidade, que passa a ser de 4%”.

O coordenador do COEF salienta que Irati precisa tomar como base para tomada de decisões, estes dados mais recentes, como os do último mês e os da média móvel semanal.

REGIÃO

Os casos nos municípios da região também crescem, principalmente por causa da nova variante do vírus. Rio Azul teve um aumento considerável, pois estava com baixo índice. Até o momento, já soma 328 casos, com 42 pacientes co o vírus ativo e dois pacientes internados.

CUIDADOS

Para tentar diminuir a transmissão, as Prefeituras fizeram decretos com restrições, assim como o Governo do Estado, que devem ser seguidos, mas os cuidados básicos precisam ser mantidos.

Lavar as mãos com frequência;

Uso da máscara;

Álcool gel;

Distanciamento social;

Evitar aglomerações.

Pacientes aguardam trasnferência em leitos do P.A  (Foto: Diogo Bataglin)