Jovem iratiense brilha no sub-15 do Santos

Atacante passou por Grêmio e Corinthians, e hoje se destaca no Santos FC

Alison Camargo é a grande sensação do time sub-15 do Santos, que está nas semifinais do Campeonato Paulista da categoria. O jovem de 15 anos, natural de Irati (PR), chegou ao Peixe neste ano, após passar por Grêmio e Corinthians. Ele já marcou 21 vezes no estadual e tem dois gols a menos que o artilheiro do torneio.

O atacante jogava no Grêmio antes da mudança de seus pais para São Paulo. Atual técnico do sub-13 do Santos, Bruno Silva conheceu o atacante na época, quando ainda trabalhava no Corinthians.

“Foi aos 11 anos, através de outro jogador que me contou que o Alison viria morar em São Paulo, porque o pai estava mudando de emprego. Fiz um convite para uma avaliação no Corinthians e, apesar de não ter treinado tão bem, uma característica me chamou atenção: finaliza muito bem com as duas pernas. Desde pequeno sempre teve um ótimo posicionamento dentro da área”, explicou Bruno Silva, ao UOL Esporte.

Reserva no timão, Alison costumava marcar vindo do banco no estadual sub-13. Bruno Silva deixou o Corinthians antes de Alison e acertou com o Santos. Quando soube que o atacante estava de saída do clube da capital, entrou em contato para levá-lo.

Sob comando de Emerson Ballio e Paulo Roberto Lilló no sub-15, Alison começou atuando como ponta, mas estourou quando passou a atuar como camisa 9. Foi Bruno Silva que conversou com Lilló sobre a forma que costumava utilizar o Atacante em seu antigo Clube.

“Ele é muito versátil. Pode jogar pela direita e esquerda, mas o mais diferente nele é o poder de finalização. Como centroavante ele é muito diferente, letal. Você olha para ele e não vê força e altura, mas ele é leve, muito rápido e inteligente. Um dos meus títulos como treinador teve gol dele na final”, destacou Silva.

Ao contrário de vários clubes, o Santos tem filosofia de dar chance a jogadores que não têm muita força física e acabam tendo uma maturação tardia. Na opinião do atual comandante Alison, Paulo Roberto Lilló, esse pode ser o caso do artilheiro do sub-15.

“Acredito que ele ainda era muito garoto, isso pode ter influenciado um pouco. Com o amadurecimento, ele conseguiu demonstrar todo seu potencial. Se destacar no Santos, para um jogador de extrema qualidade, não é difícil. Alison acaba se destacando mais porque ele é o jogador do último momento, com potencial imenso em finalizar”, afirmou Lilló.

Os Meninos da Vila passaram pela Ferroviária nas quartas de final no último sábado e agora enfrentam o São Paulo, neste sábado (2), na semifinal do torneio estadual da categoria.