Morre ex-treinador do Iraty Sporte Club, Freedy Rincón, na Colômbia

Ex-jogador atuou como técnico do Azulão em 2006

Morreu na noite de quarta-feira  (13), o ex-treinador do Iraty Sporte Club, o colombiano Freedy Rincón, aos 55 anos, em Cali, na Colômbia, após um acidente de trânsito. Rincón chegou a ser socorrido, mas faleceu no hospital.

Segundo o portal G1, o carro dirigido por ele foi atingido por um ônibus na última segunda-feira (11). Com o impacto, o ex-jogador teve traumatismo craniano, chegou a ser operado, mas não resistiu e morreu na noite de quarta.

Freedy Rincón jogou em grandes times e teve uma passagem importante no Corinthians, onde foi ídolo do time. Em 2006, foi treinador do Azulão, time que atuou por dois meses.  Ele chegou a Irati em 2005, indicado por Vanderlei Luxemburgo ao, na época presidente do time, Sérgio Malucelli, para disputar a Copa São Paulo de Futebol Junior, Campeonato Paranaense e Copa do Brasil.

CARREIRA

Freddy Eusébio Gustavo Rincón Valencia é colombiano, nascido em Buenaventura. Começou a jogar futebol no Atlético Buenaventura, clube pequeno de cidade natal. Foi para o Deportes Tolima e depois ganhou o mundo.

Deixou a carreira de jogador em 2004, e assumiu como treinador. Neste período, jogou em times como Real Madrid, Napoli, Palmeiras, Santos, Cruzeiro e Corinthians. Neste último, em 2000, levantou a taça do primeiro Mundial do Corinthians como capitão do time.

Ele foi treinador do São Bento, São José e Flamengo-SP, até 2011.

Rincón também vestiu a camisa da seleção colombiana em três Copas do Mundo: 1990, 1994 e 1998. Ele é lembrado pelo gol contra a Alemanha na Copa do Mundo de 1990 na Itália, que garantiu uma vaga nas oitavas de final pela primeira vez na história da Colômbia.

LUTO

Nas redes sociais, times fizeram homenagem ao ex-jogador, inclusive, o Azulão.