Horta sustentável: aprenda quais são as vantagens de ter uma em casa

Nesta edição, vamos mostrar um passo a passo para você aprender a montar e cuidar da sua horta

Esther Kremer

A horta é o local onde podem ser plantados legumes, verduras, plantas medicinais e temperos. Na edição desta semana, você vai aprender quais são as vantagens e a importância de ter uma horta sustentável, também conhecida como horta orgânica, em casa.

São inúmeras as vantagens de ter uma horta em casa ou na escola, mas a principal delas é saber exatamente de onde vem o alimento que está sendo consumido e ter a certeza que são ricos em nutrientes, sem a presença de agrotóxicos, venenos e outras toxinas que fazem mal ao organismo.

Ao contrário do que muitos pensam, não é difícil construir e manter uma horta. Nesta edição, você vai aprender um passo a passo de como manter este ambiente saudável e rico em nutrientes para o consumo. Além disso, pode ser um espaço agradável e harmônico para a casa.

Passo a passo de como ter uma horta orgânica

1º passo: localizar um ambiente arejado com terreno plano, uma boa luminosidade, pois as plantas também necessitam do sol, terra com boa absorção da água e, principalmente, longe de esgotos e de animais.

2º passo: encontrar as ferramentas necessárias para a horta (você vai precisar da ajuda de um adulto). Para adubar, virar a terra e demais atividades que envolvam mexer no terreno, vai ser necessário uma enxada; para molhar as hortaliças, um regador (essencial para manter suas plantas saudáveis); um ancinho para remover torrões, pedras e outras empecilhos; e um carrinho de mão, caso a sua horta seja grande, pois vai auxiliar em carregar sacos de adubos.

3º passo: preparar a terra, que precisa estar bem aerada, ou seja, bem solta. Será mais fácil de plantar e as hortaliças irão absorver mais nutrientes. Não deve ser utilizado fertilizantes, pois podem ser prejudiciais à saúde do ser humano, o melhor é adubar a terra com húmus ou cascas de legumes, cascas de ovos, verduras, folhas secas e restos de comida já triturados.

4º passo: você vai escolher o que plantar, a melhor dica é escolher plantas que vão se adaptar melhor na nossa região.

5º passo: consiste em pesquisar o que foi escolhido para plantar e adaptar o melhor local, as rasteiras precisam de um bom espaço para crescer, a abóbora é um exemplo.

6º passo: você precisa manter uma boa rotina para regar suas plantinhas, caso o contrário, elas podem morrer. De preferência, deve ser regada pela raiz e não pelas folhas, pois quando a luz do sol encosta nelas, podem queimar.

7º passo: você vai precisar ficar mais atento a sua horta, pois ela estará propicia a contrair pragas e ervas daninhas. Pesquise formas para proteger sua horta e não agredir o meio ambiente utilizando venenos. As ervas daninhas precisam ser arrancadas pela raiz, para que não voltem a crescer.

8º e último passo: a hora da colheita. Dependendo da quantidade da sua plantação, você pode doar alguns alimentos para os vizinhos ou para a escola, caso a horta esteja na escola, o ideal é guardar os alimentos em um local arejado ou resfriado evitando desperdiça-los. A horta orgânica é a melhor forma de manter uma alimentação saudável e rica em nutrientes. Com esta atitude, você estará ajudando a salvar o meio ambiente.

Aluno Pietro da Escola Vilma Rossa Bartiechen, de Irati