A menos de um ano da eleição, Emiliano deixa a administração Jorge Derbli

O então secretário de Desenvolvimento Econômico de Irati publicou uma nota nas redes sociais falando de sua saída
Gomes disse que está deixando o cargo por questões familiares (Foto: Reprodução Facebook)

O ex-vereador e então secretário de Desenvolvimento Econômico de Irati, Emiliano Gomes, publicou, no final da tarde desta quarta-feira (13), o seu pedido de exoneração do cargo que ocupava há pouco tempo. Emiliano buscou muito esta colocação, que veio por meio do impulso do vice Amilton, mas não encontrou espaço e entrosamento na equipe de Derbli.

 Agora que estava tendo o reconhecimento dos demais secretários, Gomes trazia ideias inovadoras, mas que terão resultados a médio e longo prazo. Os problemas imediatos da geração de emprego, possivelmente, ainda não dominavam as pautas da Secretaria. O seu diálogo com os empresários estava mais voltado à inovação, setor que domina. Mas, para isso, buscava caminhos no governo estadual e conseguiu implantar uma das promessas de início de gestão do prefeito Jorge Derbli, o Programa Municipal de Atração de Investimentos (PMAI).

Mas a sua saída pode dizer mais do que se pensa. Emiliano, neste período andou bastante, conversou bastante, conheceu a pasta e, efetivamente, como são os problemas pelo viés de que os vê internamente e a dificuldade de os resolver, principalmente pelas estruturas minguadas que “as secretarias de indústrias e comércio” têm não só em Irati, mas em vários municípios pequenos.

Por trás desta exoneração, pode nascer uma candidatura. Gomes conversava e era sondado pela capital como um expoente na política, uma vez que já foi candidato a deputado, mas não foi vitorioso. Porém, é difícil dizer como as conversas progrediram. Uma das possibilidades ventiladas, segundo ‘informações de cocheiras’, é de uma conversa intensa com membros dos PSD estadual, mas que poderia ter se enfraquecido nos últimos dias. Só para lembrar, Emiliano se comunica bem com a juventude e é considerado como candidato a prefeito pelos bastidores da política iratiense. E o tempo em que deixa a administração pode sim representar uma estratégia para quem quer assumir a “Casa Azul”.

Mas, é sabido que Sergio Gomes não está bem de saúde, e o pedido de exoneração pode sim, ter fundamento familiar. Agora é espera para ver, como Emiliano vai se portar e quem Derbli colocará na pasta que deve promover o desenvolvimento local, geração de emprego e renda no município. Tarefa árdua. Será que a decisão será técnica ou política?

Segue sua nota publicada em sua página no Facebook:

Nesta quarta-feira (13), comuniquei ao Prefeito em exercício, Nei Cabral, e ao Prefeito em licença, Jorge Derblli, a minha exoneração do Cargo de Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, por motivos particulares “familiar”.

Visto a importância da pasta e a grandeza dos projetos envolvidos, sugeri ao presidente e demais membros da diretoria da Associação Comercial de Irati (Aciai) pensar em um nome com pré-disposição para compor a Secretaria, o qual a decisão ficará a critério do Prefeito Municipal.

A nossa visão é de que esta secretaria precisa estar bem conectada com as ações da Aciai, para então, efetivar soluções rápidas, precisas e inteligentes. Falarei amanhã (14), às 17h (Live), no Portal Clique. Vamos em frente.