Aluno iratiense tem projeto entre os finalistas do programa Geração Atitude

Trabalho foi selecionado dos 262 apresentados, ficando entre os 32 primeiros
Na foto, o aluno Adriano Kertelt, e o professor Eleandro de Carvalho, que desenvolveram o projeto (Foto: Devotcha)

Mais uma vez Irati é motivo de orgulho na área da educação. O projeto do aluno Adriano Henrique Kertelt, da Escola Estadual do Campo de Gonçalves Junior, é um dos 32 finalistas do programa Geração Atitude, promovido pela Assembleia Legislativa e Ministério Público do Paraná, e pode virar uma lei estadual.

O estudante teve seu trabalho selecionado entre os 262 apresentados de todo o estado, que desenvolveu junto do professor Eleandro de Carvalho, da área de história e filosofia. Adriano conta que a ideia surgiu das discussões de política em sala de aula, e se interessou pelo tema e pelo programa. “Para mim é uma grande satisfação estar entre os 32 projetos do Paraná, faz valer a pena todo o esforço, tanto meu, como do professor, dos meus colegas que me ajudaram com ideias. Eu estou muito feliz com isso”, disse o aluno.

O projeto criado pelo aluno, Semana da Cidadania do Jovem do Campo, segundo Adriano, tem como objetivo o intercâmbio entre as escolas do campo e suas respectivas comunidades, proporcionando atividades culturais, workshops, atividades gastronômicas e esportivas, tendo interação e troca de experiências.

O professor ajudou o aluno com indicação de leituras, vídeos e discussões sobre o tema. Ele se diz muito feliz com a classificação. “Nós discutimos em sala de aula sobre política e cidadania, apresentei o programa para a turma e o Adriano se interessou bastante, mal sabia eu que ele estava se armando para montar esse projeto. Então fui ajudando, fazendo as devidas adequações. Eu estou transbordado de alegria pelo fato do projeto ter sido selecionado, para mim, foi muito bacana pela experiência que nós acabamos trocando com as turmas”.

A diretora da escola, Eliane Bernadete Lucavei Ianiski, também está contente com a participação no programa. “Foi uma emoção muito grande saber que mais um aluno foi destaque no nosso colégio. A gente incentiva. Era um sonho da escola ter uma classificação dentro deste projeto, e ele está aí nos representando muito bem, com uma ideia maravilhosa e estamos torcendo para que seja reconhecido como lei”, comenta.

Entre os dias 18 a 22 de novembro professor, aluno e orientadora participarão da Caravana da Cidadania, em Curitiba, onde farão visitas às sedes dos três poderes, além de outras atividades. Também será escolhido o projeto vencedor, qual for selecionado virará uma lei estadual.


Veja Também