Bombeiro iratiense faz resgate de vítimas de acidente e é homenageado

Em dia de folga, tenente Marcelo Aleixo, atendeu carro inundado em rio com vítimas
Tenente Marcelo Aleixo enfrentou rio sob águas turvas (Foto: CB UVA)

Na tarde de sábado (1º), um grave acidente que aconteceu em Paula Freitas, na BR-476, comoveu toda a região. Tentando salvar os ocupantes de um veículo que caiu no Rio Vargem Grande, o tenente iratiense que é comandante do Corpo de Bombeiros de União da Vitória, Marcelo Aleixo, teve um ato de bravura: em seu dia de folga, vindo para a casa da família em Irati, ele fez o regaste de quatro vítimas. Por esta ação, ele recebeu muitas homenagens que fizeram reforçar, ainda mais, a estima da comunidade por estes profissionais.

Perto das 16h, Aleixo, que trabalha em União da Vitória, queria passar a folga do serviço com sua família em Irati. Na estrada, ele percebeu que o motorista de um caminhão estava dirigindo perigosamente e decidiu gravá-lo pelo seu celular, que estava acoplado no painel de seu veículo. Aleixo flagrou a imprudência do motorista ao ultrapassar em um lugar proibido, que ocasionou no engavetamento de três carros. Um deles acabou caindo no rio.

Ele parou o carro para prestar auxílio aos envolvidos. “De início, não vi que o carro havia caído. Achei que seria uma ocorrência mais tranquila de atender. Quando desci do meu carro, vi que as pessoas por ali estavam gritando que algo havia caído no rio, que tinham pessoas lá dentro do rio, algo do tipo”, contou ele à reportagem da Folha. Aleixo correu em direção ao rio e observou que o motorista saiu numa situação de desespero, pedindo ajuda para alguém auxiliá-lo porque havia mais pessoas dentro do carro.

“Neste momento, lembro que pedi apoio para que as pessoas ligassem para o quartel, pedissem viatura e que jogassem algo que pudesse flutuar. Me lembrei do estepe do carro e, então, desci para a margem do rio. O motorista disse que tinham pessoas no banco de trás e da frente”. Com o rio cheio por conta das chuvas, a água também estava bem turva para que ele pudesse fazer o resgate.

Ele tentou alcançar o veículo e viu que as pessoas que pararam para ajudar já tinham arremessado o estepe e amarrado mais uma fita. “Também teve um rapaz que ajudou e que foi muito herói na atitude de entrar na água. Em conjunto, a gente conseguiu amarrar o veículo e, logo em seguida, fizemos acesso pelo vidro traseiro. Jogaram uma marreta para quebrar o vidro. Por esse acesso, consegui sentir, através do tato, que tinha gente no banco de trás. Tentei puxar, de início, e as pessoas não vieram porque estavam presas ao cinto”, conta ele, em detalhes.

Com uma faca, Aleixo conseguiu retirar as três crianças – uma menina de 12 anos, outra de quatro, e um bebê de um ano e dois meses, e fez o ‘boca a boca’, antes de entregá-las para as pessoas que estavam lhe auxiliando no resgate. “O motorista havia avisado que tinha mais uma pessoa no banco da frente. Então, eu mergulhei e não encontrei. O rapaz que estava ajudando, encontrou o corpo”, lembra.

Eles decidiram puxar a mulher, de 22 anos. Mas, segundo Aleixo, ela havia ficado com o pé preso no vidro da frente, na porta do motorista e, por isso, não conseguiu se desprender. Com a ajuda de uma pedra, o vidro foi quebrado e, após o resgate, o bombeiro iniciou a massagem cardíaca até a chegada da ambulância. As vítimas foram encaminhadas para os hospitais de União da Vitória, mas, infelizmente, não resistiram. O bebê havia sobrevivido, porém, dois dias após o acidente, também faleceu.

MENÇÃO NA ALEP

Com esta atitude, o tenente Aleixo recebeu homenagens na região em reconhecimento ao seu ato. Na segunda-feira (3), o deputado estadual, Hussein Bakri, fez uma menção honrosa no plenário da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) pela atitude inspiradora do bombeiro. O deputado, Emerson Bacil, também rendeu homenagens na sessão.

 


Veja Também