Caixa restringe a entrega do benefício apenas pelo aplicativo

Muitas pessoas precisam usar o dinheiro para pagamentos que não podem ser feitos no Caixa Tem e alguns não têm o celular para pagar suas contas desta forma
Caixa informa que pagamento do Auxílio e do FGTS serão feitos apenas pelo aplicativo (Foto: Patricia de Paula)

A Caixa Econômica vem realizando o pagamento do benefício disponibilizado pelo governo Federal, o Auxílio Emergencial começou a ser pago em abril. Desde o início, o banco criou uma Poupança Social Digital, que é o Caixa Tem, poucas pessoas conseguiram fazer o uso eficaz, por isso, muitos foram até a agência para fazer o saque em espécie, gerando assim, aglomerações.

Neste mês está sendo liberada a terceira parcela do auxílio e todos os pagamentos, com exceção do Bolsa Família, serão realizados pelo aplicativo. A Caixa informou por meio de nota. “Os valores serão creditados na Poupança Social Digital, de maneira escalonada, conforme o mês de aniversário do beneficiário. E algumas semanas após esse crédito nas contas digitais, os beneficiários poderão sacar em espécie ou realizar transferências, também de forma escalonada”.

Um morador de Irati, Jean Cesar, relatou que tem conta poupança no banco e que as parcelas anteriores foram depositadas nesta conta. “A primeira e a segunda parcela do auxílio foram depositadas na minha conta, o que me facilitou muito. Mas na terceira parcela terei de fazer o uso do aplicativo, porém o dinheiro do benefício seria usado para pagar o aluguel e contas que não podem ser pagas pelo aplicativo”, disse.

Outra moradora de Irati, Maria Izabel Brandt, não possui um Smartphone, por isso não conseguiria fazer o uso da conta digital, ela contou que nesta semana a Caixa fez o pagamento em espécie da primeira parcela, por se tratar de um caso particular. Ela e outras pessoas podem não ter este tipo de aparelho celular e por isso solicitam ao banco o dinheiro físico.

"Meu auxílio foi liberado mês passado, eu fiquei sabendo que agora tinha que usar o dinheiro pelo aplicativo, fiquei preocupada, pois moro no interior e não consigo usar desta forma o dinheiro e estava precisando. Mas a Caixa fez o pagamento da primeira parcela em espécie porque são casos particulares, e não tem outra alternativa", conta a moradora.

A Caixa avisa que os beneficiários que não utilizarem o Auxílio Emergencial pelo aplicativo Caixa Tem, para pagamentos e compras, poderão optar por realizar o saque em espécie de acordo com o calendário escalonado por mês de aniversário. O calendário de saque pode ser conferido no site da CAIXA, no endereço: www.caixa.gov.br

Esta ação tem objetivo de minimizar o acúmulo de cidadãos nos pontos de atendimento. “Lembrando que são mais de 121 milhões de beneficiários do Auxílio Emergencial, e Saque Emergencial do FGTS. É impensável, neste momento, realizar todos esses pagamentos na boca do caixa ou nas máquinas de autoatendimento de uma vez”, diz nota.

A Caixa esclarece que o aplicativo Caixa Tem está disponível 24 horas por dia, durante os sete dias da semana. Devido à magnitude de acessos, média de 500 mil usuários por hora, podem ocorrer intermitências momentâneas em alguns serviços.

O banco informa ainda que os clientes e beneficiários estão conseguindo efetivar suas operações. No acumulado já são cerca de 40 milhões de usuários únicos, mais de 1,2 bilhão de consultas de saldo/extrato, 17,7 milhões de boletos pagos e 3,5 milhões de compras utilizando as maquininhas/QR Code.

Também por meio de nota o banco informou que “A Caixa tem implementado melhorias no aplicativo, como a ampliação da validade da sessão de cada usuário durante 72 horas, o que evita a necessidade de nova fila virtual para acessar o Caixa Tem durante esse período”.


Veja Também