Curso de Técnico em Informática se destaca no Colégio Duque de Caxias

Mesmo com novas técnicas utilizadas, o número de procura pelo ensino ainda é baixo
Alunos que se formaram na última turma do curso, junto dos demais estudantes, que somam 105, nos três períodos (Foto: Devotcha)

Para quem deseja se especializar em informática, ou quer conhecer mais sobre esta área, o Colégio Estadual Duque de Caxias, disponibiliza, gratuitamente, o curso de técnico em informática, que vem revelando grandes talentos nestes oito anos que atua em Irati.

Vários profissionais estão se descobrindo no curso. As aulas oferecidas são na modalidade subsequente, após o término do ensino médio, o aluno pode entrar no curso, que é oferecido pelo Governo do Estado, e visa o preparo do estudante para a tecnologia, ofertando a programação de computadores, configuração e montagem de redes, configuração do computador, banco de dados, manutenção e prestação de serviço.

“A tecnologia e a internet estão dominado, e isso só tende a crescer, por isso estamos tendo mais procura. O que pretendemos é fazer uma nova remodelagem, o mercado está pedindo isso, os nossos alunos já estão sendo preparados, queremos empreendedores, para que eles possam desenvolver seu próprio trabalho”, disse o professor Aguinaldo Hurbik, que atua desde o início no curso.

Há dois anos, o ensino mudou outras técnicas estão sendo utilizadas, a principal mudança é na criação de software, em que o aluno desenvolve no final do curso. O professor responsável pela disciplina de programação, Ricardo Oliveira, explica a importância deste método. “Os professores trabalham junto com os alunos para que o projeto desenvolvido resolva algum problema, e assim criam um software. Em uma entrevista de emprego, muitas vezes, eles não têm um produto que desenvolveram. Então, nós queremos trazer essa ideia para dentro do curso. Para que, no momento em que eles quiserem entrar no mercado de trabalho, já sabem linguagem de programação e o desenvolvimento do software”, comenta.

PROJETOS

Vários projetos foram criados no decorrer dos oito anos de curso. Uma das alunas que se formou na última turma, Tamires Fernanda Kurzydlowski, desenvolveu um software para ajudar a mãe, que é confeiteira. “A linguagem de programação que nós utilizamos é Java, que nos ajudou muito, assim como o curso, que foi muito bom, um ano e meio é muito pouco, é muito conhecimento, temos que se organizar, mas foi muito bom”, relata.

Os ex-alunos, Edivan Klosowski e Bruna Roberta Blanc, criaram o sistema para um Lava Car, eles comentam como foi o processo e o curso. “Tivemos muitas dificuldades, como todos, éramos em 50 no início e formamos só em cinco, foi difícil, mas nos apoiamos para não desistir”, disse Klosowski. “Vimos a dificuldade que Irati tem para a lavagem de veículos, são poucos os que tem um sistema, vendo essa necessidade, escolhemos criar esse software”, observa Bruna.

As outras duas alunas que se formaram no último ano do curso, Débora da Silva e Vivian Caroliny Gonçalves, criaram um programa de agendamento de locais. “No início seria apenas no colégio, depois, decidimos fazer para empresas, para não ter aquela dificuldade de todo mundo utilizar uma sala e, assim, ter mais organização. Para mim foi uma experiência ótima, aprendi muita coisa no curso, foi muito bom”, disse Vivian.

MATRÍCULAS

Para quem deseja se especializar ou conhecer o curso pode visitar o Colégio Estadual Duque de Caxias, que fica na Rua XV de Novembro, 810, Centro, em Irati. As matrículas para o curso de técnico em Informática abrirão em novembro deste ano, para iniciar em 2020.


Veja Também