Escrivão da Polícia Civil é encontrado morto em Irati

Policial residia em Irati e trabalhava em Rebouças
Principal suspeita é de que ele tenha sofrido um infarto (Foto: Reprodução Facebook )

Na tarde de segunda-feira (14), por volta das 16h, a Polícia Militar de Irati foi dar apoio a uma ambulância que havia sido acionada para atender o escrivão da Polícia Civil, Herbert Scheidt, em sua residência, no bairro Rio Bonito. O policial já estava morto quando as equipes chegaram e a principal suspeita é de que tenha sofrido um infarto. 

O escrivão completaria na próxima semana 45 anos, tinha esposa e filhos. Atualmente, trabalhava na Delegacia de Rebouças. Seu corpo foi encaminhado ao IML para constatar a causa da morte. O velório acontece em Imbituva, com duração de no máximo 4h.


Veja Também