Estudantes de Educação Física apresentam exercícios para serem feitos em casa

A ação será feita por meio de lives no YouTube pelo Canal do IFPR Campus Irati
As lives estão sendo transmitidas pelo canal do IFPR Campus Irati no YouTube (Foto: Assessoria de Comunicação - Campus Irati)

Esta semana, os acadêmicos de Educação Física do Campus Irati estão promovendo um ciclo de lives sobre opções de atividades físicas que podem ser feitas no período de pandemia. A ação está sendo realizada em parceria com o IFPR, que é o Instituto Federal do Paraná, tendo como público principal as turmas do Ensino Médio da instituição de ensino, mas também a comunidade em geral. “Uma das questões que tem afetado muito a nossa rotina cotidiana é a questão da mobilidade. A proposta de trabalho dos alunos, que fomos lapidando no decorrer do ano, é de levar informações justamente para que os alunos do Ensino Médio, que vivenciaram essa questão da restrição, localizem possibilidades de atividade física dentro do ambiente da casa, das rotinas da casa”, comenta o coordenador da atividade, o professor da Unicentro Angelo Juliano Carneiro Luz, sobre os objetivos da proposta.

A ideia surgiu como uma alternativa para que a disciplina de Projetos Pedagógicos Integrados, ministrada pelo professor Angelo, pudesse aproximar os acadêmicos do contexto escolar, respeitando todas as medidas de segurança sanitária. “A disciplina de Projetos Integrados, do curso de Educação Física, tem alguns objetivos, dentre eles, propiciarmos a compreensão do acadêmico em relação à prática enquanto componente curricular. Essa disciplina traz no bojo dela a integração de conhecimentos que a gente trabalha no decorrer do curso de formação, no sentido de possibilitar ao aluno que ele elabore, execute e avalie a prática curricular e pense possibilidades de atuação dele no campo profissional. O aluno passa a ser mediador do processo e também executor. Isso vai enriquecer a formação acadêmica que a universidade vai prestar para o universitário com o exercício profissional, encorpando a prática desses futuros profissionais”, complementa Angelo.

Dez estudantes do segundo ano de Educação Física da Unicentro estão realizando as lives em parceria com o IFPR. Os temas escolhidos para os encontros online foram “Atividade Física na Promoção de Saúde em Tempos de Pandemia” e “Dança Escolar”. Unindo a teoria e a prática, os acadêmicos selecionaram tópicos chaves a serem abordados dentro desses dois assuntos, entre eles a qualidade de vida, a atividade física como prevenção do sedentarismo, a prática de exercícios no combate do estresse, ansiedade e depressão, ioga e respiração, o que é a dança e como se movimentar.

Além do compartilhamento de conhecimentos e práticas durante o encontro virtual, os estudantes da Unicentro também prepararam um material com algumas indicações de como fazer atividades físicas sem precisar sair de casa, como explica a acadêmica de Educação Física Alessandra Borges. “Junto com essa live, a gente também está desenvolvendo um material, uma espécie de cartilha interativa, com dicas de sugestões e meios para que as pessoas tenham acesso a como poder dançar, como poder se movimentar, alongamento e movimentos básicos que vão ficar a disposição das pessoas. A importância do nosso material, produzido por acadêmicos de universidade pública, é ser levado para além das portas da universidade, pois a gente cria e produz para as pessoas”.

O evento é aberto a todos os públicos, além das comunidades acadêmicas das instituições de ensino envolvidas. As lives estão sendo transmitidas pelo canal do IFPR Campus Irati no YouTube. As cartilhas estão disponibilizadas nas redes sociais do IFPR Campus Irati. Na opinião da professora de Educação Física do IFPR, Talita Assis, parcerias como essa, entre a Unicentro e o Instituto Federal do Paraná, são proveitosas tanto para as partes envolvidas na organização, quanto para o público. “Esse evento em específico, eu acho que é muito relevante para os nossos estudantes, servidores e comunidade escolar como um todo, porque trata de informações e possibilidades de práticas corporais nesses tempos de isolamento social, devido à pandemia. Acho que todas as instituições saem ganhando com o evento e com o tema proposto”, diz.

Para os estudantes de Educação Física da Unicentro, como a Crislaine Burnato, estar a frente de ações como este ciclo de lives sobre a prática de exercícios durante a pandemia é essencial tanto para sua formação enquanto futura profissional da área, quanto para a comunidade que se beneficia do conhecimento produzido na universidade. “É o momento em que nós, acadêmicos, vamos colocar em prática o que aprendemos nestes dois anos de curso, o momento de compartilhar os conhecimentos que a gente adquire dentro da universidade, compartilhar com o restante da comunidade. Um dos objetivos é romper com a distância entre a universidade e a educação básica. Para nós, acadêmicos, isso é de grande importância, pois vai enriquecer o nosso processo de formação”.

 


Veja Também