Femali espera 40% a mais de público nesta edição

Tradicional Feira de Malhas funciona diariamente, das 9h às 20h, até o dia 19 de maio
(Foto: Divulgação Femali)

A Feira de Malhas de Imbituva (Femali) já começou a todo vapor. Neste ano, a expectativa da organização é de que o movimento aumente 40% em relação ao ano passado. Entre as novidades desta edição, os visitantes podem encontrar peças sem costura e nas tendências animal print e neon, que estão em alta.

Lojistas, consumidores e visitantes, em geral, já podem conhecer as novidades das 22 lojas de malhas que estão participando da Femali 2019. A Feira, que começou na sexta-feira (26), vai até o dia 19 de maio.

Com o frio, que tem previsões de ser mais intenso neste inverno, as vendas devem melhorar. “Este foi um fator que acabou prejudicando a Feira no ano passado, pois tivemos mais dias quentes e o inverno não foi tão rigoroso”, conta o presidente da Associação das Malharias de Imbituva, Verli Moleta. Além disso, ele diz que a Femali também sofreu alterações de público em função da greve dos caminhoneiros e pelo fato de 2018 ter sido ano de eleições – o que gerou instabilidade nas compras.

Com a recente redução das tarifas de pedágio, que foram anunciadas por concessionárias que prestam serviços no Paraná, a Associação acredita que este também será mais um chamariz ao evento.

NOVIDADES

Como todo o ano, a Femali também acompanha as tendências de moda. “Estão em alta as peças neon e animal print. Mas, claro, as cores tradicionais, como preto, branco e tons mais neutros, sempre são bem vendidas”, afirma Moleta.

A peça aposta deste ano dos lojistas é o casaco longo, tanto de malha grossa como fina. Como as empresas adquiriram novos maquinários mais modernos para a confecção, as peças sem costura também devem ter bastante saída neste ano.

PÚBLICO

A Femali funciona, diariamente, das 09h às 20h, no Pavilhão Francisco Barros, que fica na Avenida Centenário, número 1237, no centro de Imbituva. Em dias de semana, o público predominante é o varejista com excursões de todo o Paraná, interior de São Paulo e Santa Catarina. Os lojistas têm grande participação no domingo também. Já, no fim de semana, a Feira recebe muitos visitantes que vão em família fazer compras.


Veja Também