Prefeito Rodrigo Solda assume presidência da Amprotabaco

Entidade dos municípios que produzem tabaco no Sul do país quer mostrar a relevância econômica e social de sua cadeia produtiva
Solda (ao meio) assumiu a presidência da entidade, junto com os prefeitos da nova diretoria 2019/2021 (Foto: Assessoria)

Na sexta-feira (11), o prefeito de Rio Azul, Rodrigo Solda, assumiu o cargo de presidente da Associação dos Municípios Produtores de Tabaco (Amprotabaco). A cerimônia de posse da nova diretoria aconteceu no Parque da Oktoberfest, em Santa Cruz do Sul (RS). Solda tem um importante papel de representatividade no fortalecimento da entidade e, também, de seu município dentro desta esfera.

Rodrigo Solda foi eleito para comandar a Amprotabaco até fevereiro de 2021, junto com os outros membros da diretoria e do conselho fiscal. Como Rio Azul é um dos 10 municípios brasileiros que mais produz tabaco. E, co esta nova empreitada, o prefeito deve dar, ainda mais, destaque para a cidade e seus fumicultores no cenário nacional.

“Sabemos que este ramo de atividade tem um peso muito grande em duas situações: na geração de emprego e renda, em que mais de 150 mil famílias estão envolvidas diretamente na produção de tabaco; mas também no envolvimento com a balança comercial do país, pois o foco é o mercado de exportação”, explica Solda.

Agora como presidente da Amprotabaco, ele almeja fomentar debates e ir até Brasília com os outros membros da associação. “Queremos mostrar que não é só pela taxação de impostos que eles vão conseguir tirar uma vantagem com a produção de tabaco”. Solda observa que o governo pode ajudar de outras formas, como na fiscalização, por exemplo.

“Temos ciência de que o grande diferencial da cadeia produtiva de tabaco do país é porque contemos um dos produtos de mais alta qualidade do mundo. Desta forma, nosso caminho está aberto para continuarmos como o maior exportador do produto a nível mundial”, analisa o presidente da Amprotabaco.

O debate proposto hoje, pela entidade, é uma comunicação mais forte e engajada do agente político para poder auxiliar, tanto os produtores quanto as empresas que têm interesse nesta alta produção. “Vamos defender o interesse do pequeno produtor. Afinal, o tabaco é uma das culturas que mais podem potencializar os ganhos em cidades pequenas, onde o terreno não é propício para outro tipo de lavoura”, cita.

Solda lembra que seu município já foi o maior produtor de tabaco do Paraná e ficou entre os cinco maiores do Brasil. De acordo com a Secretaria Municipal de Agricultura, hoje, Rio Azul tem mais de 2.700 famílias que sobrevivem desta cultura. Junto com São João do Triunfo, as duas cidades possuem uma das maiores concentrações de produtividade e de famílias que vivem deste cultivo. “E é por isso que a gente vai lutar, junto com os prefeitos associados, para continuarmos defendendo nossos produtores de tabaco do país”.

AMPROTABACO DEFENDE MAIS DE 650 MUNICÍPIOS

A entidade, que foi fundada em 2013, representa e defende os interesses econômicos e sociais dos mais de 650 municípios produtores de tabaco do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, junto a organizações privadas e instituições governamentais nos diversos níveis, buscando equilíbrio nas decisões políticas que envolvem a produção de tabaco no país.

A entidade tem o propósito de representar os municípios em defesa da produção, atuando como um instrumento de diálogo, articulando e discussão das demandas do segmento junto às esferas estadual e federal.

Solda (ao meio) assumiu a presidência da entidade, junto com os prefeitos da nova diretoria 2019/2021. Foto:Assessoria

“Vamos defender o interesse do pequeno produtor. Afinal, o tabaco é uma das culturas que mais podem potencializar os ganhos em cidades pequenas”  -Rodrigo Solda, prefeito de Rio Azul e presidente da Amprotabaco

VEJA COMO FICOU A DIRETORIA

Presidente: prefeito Rodrigo Solda (Rio Azul/PR)

Vice-presidentes: prefeito Rudinei Harter (São Lourenço do Sul/RS), prefeito Gervásio Maciel (Ituporanga/SC) e prefeito Abimael do Valle (São João do Triunfo/PR)

Secretário: prefeito Vinicius Pegoraro (Canguçu/RS)

Vice-secretário: prefeito Guido Hoff (Vera Cruz/RS)

Tesoureiro: prefeito Giovane Wickert (Venâncio Aires/RS)

Vice-tesoureiro: prefeito Paulo Joel Ferreira (Boqueirão do Leão/RS)


Veja Também