Prefeitos da região propõem aquisição de hospital de Irati pelo Estado para Erasto Gaertner

Alguns líderes foram até Curitiba fazer o pedido pessoalmente ao secretário estadual de Saúde, Beto Preto
Prefeitos estiveram reunidos com o secretário Beto Preto e com os deputados Artagão Junior, Alexandre Curi e Leandre Dal Ponte (Foto: Assessoria)

Estratégias para fortalecer o atendimento oncológico de Irati e dos municípios abrangidos pela 4ª Regional de Saúde foram debatidas na quinta-feira (19), com o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

A principal pauta discutida foi a demanda apresentada pelos prefeitos para que o Estado adquira a estrutura do Hospital Agnus Dei, em Irati, para criar o Hospital Erasto Gaertner.

“Fizemos a proposta para que o Estado adquira este hospital, que tem uma estrutura nova, com centros cirúrgicos, e que seja adaptado aos serviços oncológicos, fazendo pequenas cirurgias, biopsias e demais acompanhamentos relacionados ao tratamento do câncer”, disse o prefeito de Inácio Martins e presidente Associação dos Municípios da Região Centro-Sul (Amcespar), Junior Benato.

O orçamento para a compra do hospital gira em torno de R$ 12 milhões. A Secretaria de Estado da Saúde, no entanto, possui o projeto para a construção do centro de especialidades do consórcio, cujo orçamento gira em torno de R$ 7 milhões. “A nossa ideia é que o Estado foque na aquisição do hospital e que construa uma parte em anexo para ser o centro de especialidades”, reforçou Benato.

O deputado Artagão Júnior ressaltou a importância de o Hospital Erasto Gaertner estar à frente dos atendimentos e elogiou a organização dos prefeitos do CIS/Amcespar. O parlamentar também garantiu empenho na busca de recursos complementares.

“Se fôssemos construir uma obra nova, com certeza seria mais cara e demoraria mais tempo. Com a estrutura do Agnus Dei pronta, tudo fica mais rápido. Também nos comprometemos, como parlamentar, a ajudar na busca dos recursos necessários para a concretização do projeto”, garantiu Artagão Júnior, tendo as palavras endossadas pelo deputado Alexandre Curi e pela deputada federal Leandre Dal Ponte.

O prefeito de Irati, Jorge Derbli, destacou que cerca de 180 atendimentos oncológicos são realizados mensalmente. “Tenho certeza que poderíamos atender muito mais pessoas de Irati e região. Acredito que estamos no caminho certo”.

O secretário Beto Preto, simpático à proposta, disse que uma vistoria técnica no Hospital Agnus Dei será realizada.“Vamos também acionar a Paraná Edificações para sabermos de todo o processo técnico e para que tenhamos um estudo de viabilidade”, complementou o secretário, convocando uma nova reunião para fevereiro de 2020.


Veja Também