PRF encerra a Operação Semana Santa 2021 no Paraná

PRF registra diminuição dos acidentes, mas com aumento no número de mortos nas rodovias federais dos Campos Gerais que passou de um em 2020 para dois neste ano

A PRF encerrou à meia noite do domingo (04) a Operação Semana Santa 2021.
 Na região dos Campos Gerais foram registrados 5 acidentes com 2 mortos e 7 feridos. 

O principal tipo de acidente atendido pela PRF foi a colisão com objeto fixo, com 3 ocorrências, os demais acidentes foram tombamento e colisão frontal. 

A velocidade foi a causa predominante dos acidentes, respondendo por 40% das situações como outras causas foram registradas o mal súbito, avarias nos pneus e conversão proibida. 

Os acidentes mais graves ocorreram na sexta-feira (02), no km 487 da BR 376, em Ponta Grossa, por volta das 20h30 em que uma Ford/Ranger de Marechal Candido Rondon/PR, após colidir lateralmente com um Fiat/Línea com placas de Campo Largo/PR, colidiu contra a defensa, saiu de pista e capotou, ocasionando a morte do condutor de 22 anos; 

Também outro acidente grave ocorreu no domingo (04) no km 216 da BR 153, em Tibagi, por volta das 14h45 em que um Citroen/Aircross, com placas de Carambeí/PR, ao mudar de faixa para adentrar estrada lindeira, colidiu frontalmente com um Mitsubishi/ASX de Brasília/DF, ocasionando a morte do condutor do Aircross, de 67 anos e ferimentos em mais 4 pessoas.

Em comparação com os números da Operação Semana Santa 2020, o número de acidentes reduziu de 6 para 5, o número de feridos foi igual a 2020 (7 feridos) e o número de mortos passou de 1 para 2.

Durante a operação, as equipes fiscalizaram 400 veículos e 337 pessoas.
Dois motoristas foram flagrados conduzindo veículo sob efeito de álcool, 20 ocupantes flagrados sem o uso do cinto de segurança e 3 crianças sem a cadeirinha; além disso, 14 ultrapassagens proibidas e 2 veículos de carga transportando excesso de peso, totalizando 22.535kg de excesso. Associado a esses números, 18 veículos foram recolhidos aos pátios da PRF por problemas de documentação ou por não apresentarem condições de segurança e 5 CRLVs foram recolhidos para que os proprietários regularizassem seus veículos.

Durante o período da operação, houve reforço de efetivo com policiais visando aumentar a segurança dos usuários. Esse reforço de policiamento nos trechos com maiores incidências de acidentes, aliado ao bom tempo e a diminuição no fluxo total de veículos, colaboraram para o baixo número de acidentes.


Veja Também