Primeiras doses contra a Covid-19 chegaram a Irati

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Jussara Aparecida Kublinski Hassen, nesta primeira remessa são 637 vacinas para o município de Irati
(Foto: SECOM Irati)

Na noite desta terça-feira (19), a 4ª Regional de Saúde de Irati recebeu 1.520 doses dos imunizantes que foram distribuídos aos municípios para iniciar a campanha nacional de vacinação contra a Covid-19. Foi realizada a vacinação simbólica de representantes da Saúde que atuam na linha de frente de combate à pandemia. Na ocasião, o primeiro a receber a vacina foi o provedor do hospital Santa Casa de Irati, o médico Ladislao Obrzut Neto. “Espero que possamos superar essa pandemia através da vacinação em massa. Com mais de 70% da população vacinada considera-se que o vírus não vai ter atividade. Então isso quer dizer que nós temos que ter paciência até a chegada das doses. Enquanto isso, não se aglomerem, usem álcool em gel e máscara”, destacou Obrzut.  Ainda representando Irati, quem também recebeu a dose da vacina foi a enfermeira Karine de Oliveira, que também atua na linha de frente contra a Covid-19 na Santa Casa.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Jussara Aparecida Kublinski Hassen, nesta primeira remessa são 637 vacinas para o município de Irati. As doses serão destinadas aos trabalhadores e idosos do Asilo Santa Rita e aos profissionais de Saúde que estão atuando na linha de frente de combate à pandemia. “Hoje é uma alegria muito grande porque de certa forma nós sentimos que é o ‘começo do fim’. Foram dez meses de muita luta dos nossos profissionais e hoje nós estamos vendo a esperança em acabar com esse vírus. Sabemos que há ainda um período longo até vacinarmos toda a nossa população, mas a gente já sabe que tem alguma coisa palpável, que é a vacina para a Covid-19”, comemora Jussara.

Ieda Waydzik, prefeita interina de Irati, destacou a importância do momento para o município, que vem enfrentando as consequências ocasionadas pela pandemia. “É um momento de muita esperança e de muita gratidão. Sofremos com o afastamento do nosso prefeito por conta da Covid-19. Esta é a esperança do futuro melhor para os nossos filhos, para os nossos netos, para os nossos idosos que estão sofrendo muito com esse afastamento social” aponta. Ainda de acordo com Ieda, tudo isso modificou muito a vida e a sociedade, e a vacina é a esperança de que tudo um dia retorne ao que era antes. “É um momento muito especial, de muita gratidão aos cientistas e aos que passaram noites estudando uma solução, aos voluntários que se arriscaram a testar a vacina para que pudéssemos estar aqui hoje”, ressaltou.

Nesta quarta-feira (20), inicia-se a vacinação. Neste primeiro momento, será realizada a vacinação contra a Covid-19 para os trabalhadores e idosos do Asillo. Também será iniciada a imunização para o grupo prioritário de trabalhadores de saúde, que atuam em serviços de saúde.

A priorização na Saúde será por local de atividade, seguindo esta ordenação:

- Idosos acima de 60 anos em instituições de longa permanência;

- Trabalhadores de Saúde da linha de frente de combate à Covid-19;

- Pronto Atendimento Municipal;

- Unidade Sentinela Covid-19;

- SAMU;

- Siate;

- Trabalhadores do serviço de hemodiálise;

- Trabalhadores do serviço de oncologia;

- Trabalhadores do serviço de resgate e remoção;

- Pessoas com deficiência em residências terapêuticas.

Os documentos necessários para a imunização: CPF ou cartão SUS, carteirinha de vacina e comprovante de pertencimento aos grupos prioritários.


Veja Também