Radio Radar assina contrato com o produtor Rick Bonadio

Banda de Irati está com grande produtora de São Paulo para gravar músicas inédita
Banda Radio Radar assinou contrato com Rick Bonadio, em SP (Foto: Patricia de Paula)

A banda de Irati mais famosa do Brasil iniciou 2020 em nova fase. Agora, os quatro músicos, Vitor Martim, Diego Gutierrez, Kleber Mattos e Thiago Viante, estão gravando novas músicas com ninguém menos que Rick Bonadio, grande produtor musical que já revelou e produziu várias bandas como Charlie Brow e Mamonas Assassinas.

Tudo começou no fim do ano passado, quando os quatro amigos buscavam produtores para pode divulgar suas músicas e chegar a um número maior de pessoas, fazer um som mais comercial. Foi pensando desta forma que eles encontraram a produtora Midas Music, de São Paulo, que tem grande nome no mercado e é um dos maiores produtores de estúdio independente da América Latina.

“Nós começamos 2020 com esse contrato com a Midas Music, que é o selo musical do Rick Bonadio. Estamos muito felizes por esta oportunidade. Nós da Radio Radar sempre buscamos produzir as nossas músicas a fim de que elas fiquem em um padrão, que possam serem divulgadas a muitas pessoas. A nossa banda se propõe a fazer um repertório pop, apesar de ser rock, e sempre buscamos produtores nesse meio musical”, conta Vitor Martim, vocalista da banda.

Para chegar até Bonadio a banda, que já tem 15 anos de estrada, passou também pelo produtor Marcelo Sussekind, que já revelou nomes como Capital Inicial e Lulu Santos, em que produziram músicas. “Foi uma grande escola para a Radio Radar e, após esse momento, nós decidimos que queríamos continuar nessa busca por um som mais comercial e para isso buscamos o Rick para cuidar do nosso trabalho”, disse Martim.

SONHO REALIZADO

Para os meninos, este momento está sendo de um sonho realizado, mudando a rotina, fazendo viagens a São Paulo, escrevendo, gravando, filmando. Agora, a banda mantém o foco na produção das músicas.

É o que conta Diogo, guitarrista da Radio Radar. “A nossa rotina está totalmente focada na produção, é algo que, talvez em 2015, a gente tenha tido isso, que foi a época do programa. Ficávamos 24h pensando nos próximos passos. Depois que passou aquela fase baixou, e agora com esse contrato, estamos novamente focados 100%, o tempo inteiro vendo composição, todas as coisas envolvidas na produção de uma música. O tempo todo em torno da Radio Radar”, disse.

O baixista, Kleber Mattos, comenta que a banda está criando uma identidade. “Estamos focados na produção das músicas, é a segunda vez que a gente está pegando tão sério na questão das músicas autorais e definindo, porque é uma época importante para a banda, que a gente pode decidir a nossa identidade. Estamos buscando a melhor forma de trazer isso para o pessoal e mostrar o nosso trabalho”.

Vitor fala deste sonho realizado e como está sendo a experiência. “Sempre sonhamos em fazer o que a gente está fazendo, é impressionante que, quando a gente chega onde a gente sonha, outras coisas aparecem na frente e a gente vai almejar ainda mais. Hoje, nós estamos tão voltados à produção das músicas que até esqueço que estamos tendo uma oportunidade gigante. Às vezes, paro e lembro isso, porque quando você está no meio, não é como estar de fora, a gente perde um pouco essa percepção das oportunidades. Hoje, apesar de ser um momento que a gente sonhou muito, a Radio Radar está muito focada, mais do que nunca, na qualidade das músicas é que é bem interessante”.

SHOW POPULAR

Nessa busca de encontrar parcerias para mostrar mais o trabalho, a Radio Radar conseguiu uma turnê com a Associação dos Municípios da Região Centro Sul do Paraná, (Amcespar), em que farão vários shows populares nas festas da região.

“No fim do ano passado, nós pensamos em começar a fazer shows maiores, buscando o que a gente imagina da banda que é o show popular, fizemos essa turnê para a Amcespar, buscando a parceria com todas as prefeituras da região e deu certo. Os shows estão um melhor que o outro, e as coisas começaram a melhorar desde então”, disse Vitor.

REPERTÓRIO

Durante a entrevista com os músicos, perguntamos sobre o repertório, qual a música preferida. O vocalista disse gostar de músicas que ainda serão gravadas. Já Diego falou sobre a música Gotas e o Chão, do primeiro disco, de 2008. “Foi uma espécie de mudança no direcionamento musical que a gente tinha, puxou para um rock mais credenciado, uma letra mais etérea, eu gosto dos arranjos, do vocal, da letra. Esta é minha música predileta, mas provavelmente, não verá a luz do dia tão cedo, porque é bem diferente do que a gente toca ultimamente”, brinca o guitarrista da Radio Radar.

INÍCIO

A Radio Radar começou em 2005, quando o vocalista e o guitarrista, Vitor e Diego, iniciaram em uma garagem fazendo um som das músicas escritas por Vitor. Depois disso, começaram a tocar em bares de Irati, porém, segundo os músicos, acabaram perdendo um pouco de espaço para outros estilos musicais.

Em Curitiba, chegaram a gravar algumas músicas, mas era um pouco amador, o que acabou se arrastando por anos. Em 2007, por intermédio de Diego, a banda encaminhou o trabalho para o festival GPP de pop rock do SBT, e não havia nome da banda, e nessa ocasião foi pensado no nome Radio Radar, naquele ano, a banda foi destaque no Paraná.

“Começamos com o pé direito, foi um empurrão, acredito que foi isso que não deixou a gente desistir tão cedo e desde então resolvemos fazer um trabalho mais sério, que nos levou a encontrar formas de sair desse meio que estamos hoje aqui. Buscar em grandes centros produtores que já produziram artista que gostamos, por isso, que acabamos buscamos outras produtoras e isso nos levou a estar com o Rick Bonadio”, conclui o vocalista.


Veja Também