Teixeira Soares conquista o título da Copa Imprensa de futsal

Park Dance, que buscava o bicampeonato, foi o vice-campeão
(Foto: Osmair Turko)

Na noite de sexta-feira (10), o Ginásio Agostinho Zarpellon Júnior lotou para acompanhar o jogo decisivo da Copa Imprensa de futsal entre Teixeira Soares e Park Dance. A disputa final foi conduzida pelos árbitros Cristiano Fiori e Nicolas Surek e o empate em 3 a 3 garantiu o título para os teixeira-soarenses, que haviam vencido o primeiro jogo por 3 a 1. A competição deste ano reuniu 18 equipes da região e homenageou Tadeu Stefaniak, que esteve presente nos 40 jogos do campeonato.

O equilíbrio do confronto de ida se repetiu no duelo decisivo. O campeão de 2018, Park Dance, que precisava da vitória, tentou imprimir logo de cara um ritmo intenso, buscando controlar a posse de bola e arriscar nos chutes de longe. Já o Teixeira Soares, que estava com o “regulamento debaixo do braço” posicionou-se defensivamente e explorava muito bem os contra-ataques. A primeira etapa seguiu nesta dinâmica, mas acabou sem gols e a emoção ficou para a metade final da partida.

No segundo tempo, o Park Dance acentuou as investidas de ataque e saiu na frente aos 4min 20s. Edemar, de pé diretio, abriu o placar da decisão. O Teixeira Soares assimilou o gol e tentou se aproveitar dos espaços deixados pelo adversário. A estratégia deu certo, o empate veio com o artilheiro da competição, Cleyton, aos 7min e 30s. Lucas virou aos 11 e um minuto depois, Cleyton ampliou a vantagem para 3 a 1.

Sem opções, precisando de três gols, o Park adotou o posicionamento com goleiro linha, para criar vantagem numérica na troca de passes. Conseguiu mais um com Daniel, aos 15min e 30s e logo em seguida, faltando pouco menos de 5 minutos para o término do jogo, poderia empatar em cobrança de pênalti, mas Hiorann parou na defesa do goleiro Jean. O time ainda conseguiu mais um gol, no último lance do jogo, dessa vez Hiorann converteu o tiro livre e empatou a disputa em 3 a 3, mas não havia tempo para mais nada e Teixeira Soares soltava o grito de campeão.

Equipe venceu a primeira partida e com empate na segunda, levou o caneco para casa | Foto: Osmair Turko - Foco Esportivo

 

A COMPETIÇÃO

O certame foi organizado pela Secretaria de Esporte e Lazer de Irati e teve arbitragem da ARAI. Contou com a participação 256 atletas e 26 dirigentes, distribuídos entre 18 equipes. 40 jogos foram disputados e 389 gols assinalados, com média de 9,7 por partida. O artilheiro foi Cleyton Robes, do Teixeira Soares (20 gols) e os goleiros menos vazados, Jason Igor Chaves e Paulo Cesar dos Santos (28 gols). Foram distribuídos 115 cartões amarelos e 18 cartões vermelhos e a equipe mais disciplinada foi Auto Moto Borox/ Sampaiolo Pizzaria com 8 cartões amarelos e nenhum vermelho, que também ficou na terceira colocação do campeonato.

Confira o vídeo de como foi o encerramento:


Veja Também