Travessias e mini rotatórias dão agilidade ao trânsito de Irati

Ruas e cruzamentos estratégicos do tráfego de veículos no município recebem melhorias significativas
Mini rotatórias estão substituindo semáforos (Foto: Fernnda Hraber )

No primeiro trimestre de 2019, o Departamento de Trânsito de Irati (Iratran) realizou mudanças que impactaram a mobilidade urbana do município. Até então, foram instaladas quatro travessias elevadas (mais uma está em construção) e duas mini rotatórias que estão melhorando o tráfego de veículos em pontos estratégicos de grande movimento.

Além de outras ações realizadas pelo Iratran nos primeiros meses do ano, no que diz respeito aos serviços de sinalização e educação no trânsito, as melhorias nas ruas da cidade, onde se encontra o grande movimento, tem sido um dos focos de trabalho junto à Comissão Municipal de Trânsito.

BENJAMIN CONSTANT

O diretor do Iratran e presidente da Comissão, Lee Jheferson de Souza, comenta que umas das vias que está recebendo atenção, desde o ano passado, é a Rua Benjamin Constant. “Esta rua tem bastante movimento por dar acesso ao centro de nossa cidade e os veículos transitam em uma velocidade alta. Em 2018, nós colocamos uma travessia em frente ao prédio da Guarda Municipal e Iratran por ser uma área de segurança”, explica ele.

“Nós recebemos vários protocolos pedindo lombadas ou travessias nesta rua. Então, no ponto de grande cruzamento de veículos na Praça Edgard Andrade Gomes, instalamos a primeira travessia elevada do ano, que já diminuiu a velocidade dos veículos”. Souza salienta que, nesta obra, ainda foram realizados o manilhamento para escoamento da água, drenagem e acessibilidade à unidade de saúde Ademar Vieira de Araújo.

Ele conta que, mensalmente, a Comissão recebe entre 30 e 40 pedidos de travessias ou lombadas na cidade com a justificativa da velocidade dos veículos.

CONSELHEIRO ZACARIAS

Outro local importante que foi modificado no trânsito de Irati foi na Rua Conselheiro Zacarias. “Nesta via, foi realizada uma alteração no estacionamento. Antes, ele ficava ao lado do comércio e uma grande área junto a do passeio, próximo da linha férrea, estava sem uso. Desta forma, entendemos que a mudança não atrapalharia as lojas”.

Nesta mesma rua, uma travessia elevada também foi construída em frente à sede da Anapci. “Tudo foi analisado pela Comissão de Trânsito, pois como este local tem grande fluxo de pedestres, entendeu-se necessária a obra. A medida serviu para diminuir a velocidade dos veículos, já que, no encontro com a Rua Marechal Deodoro, havia dificuldades de passagem nos horários de pico”.

Travessia elevada e mudança no estacionamento na Rua Conselheiro Zacarias/ Foto: Fernanda Hraber

 

19 DE DEZEMBRO

Na Rua 19 de Dezembro, foi mudada a travessia elevada que, agora, ficou mais próxima do cruzamento com a Rua Nereu Ramos. “Havia uma travessia aqui que estava fora das normas e sua localização não surtia efeito. Com esta mudança, quem vem da Nereu Ramos nos dois sentidos para entrar na 19 de Dezembro, agora veículos e pedestres podem passar com mais tranquilidade”, justifica Lee.

Nesta semana, foi iniciada a obra de mais uma travessia elevada na Rua Trajano Grácia, próximo ao ligamento com a 19 de Dezembro, onde há grande movimentação de pedestres também.

MINI ROTATÓRIAS

Os semáforos da Rua Abílio Carvalho Bastos, nos cruzamentos com as Ruas Nossa Senhora de Fátima e Getúlio Vargas, estão sendo desligados. Nestes locais, duas novas mini rotatórias foram instaladas no início deste ano.

“Os semáforos nos davam bastante trabalho porque nós não conseguíamos regulá-los, pois são antigos, tem mais de 15 anos. E a única empresa que trabalha com este estilo de semáforo fica em Minas Gerais. Então, em um processo de licitação, essa empresa ganharia e, se a gente quisesse pedir para fazer a manutenção em algum aparelho, teríamos que encaminhar para o outro estado com um retorno de 60 dias para nosso município”, explica o diretor.

Segundo ele, as mini rotatórias estão ajudando muito no tráfego da cidade. “E nós vamos continuar a trabalhar com este formato. O povo reclama bastante no começo, porque é uma mudança e que também prefere ainda o semáforo, mas as mini rotatórias são as soluções, hoje”, conclui.


Veja Também