Unidades do ‘Minha Casa, Minha Vida’ estão em fase de conclusão em Rio Azul

São 48 casas e mais 55 devem ser iniciadas no próximo mês em uma parceria da Caixa, Cohapar e município
Nesta primeira fase, são 48 unidades (Foto: Jaqueline Lopes)

As 48 unidades habitacionais pelo Programa Minha Casa, Minha Vida estão quase concluídas no município de Rio Azul. Em uma parceria entre Caixa Econômica Federal, Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) e Prefeitura, ainda serão construídas mais 55 na segunda fase do projeto.

Este lote quase concluído possui casas com 43m², 49 m² e 50 m². A Cohapar informa que as unidades de 49 m² vão atender portadores de necessidades especiais. De acordo com a secretária de Planejamento do município, Adrielly Santos, as obras iniciaram no fim de 2018. “A previsão de entrega aos donos é no mês de agosto”, informa ela.

Mais 55 unidades deverão ser iniciadas no próximo mês, totalizando 103 novas casas para os moradores de Rio Azul. “Estas estão em fase de contratação com a Caixa Econômica Federal”, observa a secretária.

Todas essas casas fazem parte do Loteamento Residencial Cohapar, que é um terreno doado pela prefeitura, na época do prefeito Vicente Solda. Sem esta doação, a Cohapar estima que os valores pagos seriam de 20% a mais nas prestações do financiamento.

O diretor de Programas e Obras da Cohapar, Orlando Agulham explica que, nesta modalidade, os valores das prestações mínima e máxima são de R$350 e 650, consequentemente. “Os valores se baseiam em três fatores. O primeiro é o valor da casa: unidade menor tem, automaticamente, custo menor. O segundo ponto é pessoas que tinham recurso para dar entrada, por exemplo, como fundo de garantia para abater no valor da casa. E o terceiro é o valor do subsídio que é o inverso da renda: quem ganha menos tem a possibilidade de ter maior subsídio, ou seja, abatimento no valor da casa”, explicou.


Veja Também