Detran Paraná chega aos 82 anos como o mais moderno do País

Autarquia administra em torno de 6 milhões de CNHs e 7,5 milhões de veículos. Todos os sistemas são informatizados. Tecnologia também está presente em procedimentos como a biometria, prova teórica, vistoria, protocolo integrado e talonário eletrônico para PMPR

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) completa 82 anos de existência nesta terça-feira (15). Reconhecido nacionalmente como o mais moderno do Brasil, o Detran-PR administra frota formada por mais de 7,5 milhões de veículos, a terceira maior do País, e mais de 6 milhões de condutores habilitados, além de diversos convênios e parcerias que fazem parte do trânsito como um todo.

Os sistemas de veículo, habilitação e infrações são informatizados, garantindo mais agilidade, segurança, confiabilidade e dados mais precisos sobre frota e números relacionados ao trânsito no Paraná.

O atendimento presencial é todo feito por meio de agendamento.  A tecnologia também está presente em alguns procedimentos como a biometria, prova teórica, vistoria, protocolo integrado e talonário eletrônico para a Polícia Militar do Paraná (PMPR), dispensando a utilização de papel, gerando economia e protegendo o meio ambiente.

Em oito décadas, o Detran-PR coleciona muitas conquistas, sendo o primeiro estado brasileiro a ter uma sequência disponibilizada para placas veiculares. Em 20 de fevereiro de 1990, foram disponibilizadas as sequências de AAA-0001 a BEZ-9999. No entanto, após 30 anos emplacando veículos, as combinações de letras e números está se esgotando.

Por isso, o Detran-PR solicitou ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), uma nova sequência alfanumérica de placas que já foi disponibilizada para atender a demanda com o aumento da frota – esta sequência segue a faixa de placas de RHA-0001 a RHZ-9999.

TRAJETÓRIA  

O registro de veículos e habilitação no Paraná passou a ser administrado pelo Estado em 1938, com a criação do Departamento do Serviço de Trânsito (DST), ligado à Polícia Civil.

Até então, o trânsito era administrado pelas prefeituras. A sede do Departamento ficava no terreno onde hoje está o Teatro Guaíra, no centro de Curitiba. Depois, o DST passou para outras instalações: na Rua Barão do Rio Branco, na Praça Carlos Gomes, na Praça Dezenove de Dezembro e na Rua José Loureiro.

Em 1966, mudou-se para o bairro Tarumã, endereço ocupado até hoje pelo agora Departamento de Trânsito do Paraná (Detran), denominação dada em outubro de 1968.

A partir de 1974, o Detran passou a funcionar como órgão especial, vinculado à Secretaria de Estado da Segurança Pública. Por fim, a Lei 7.811, de 29 de dezembro de 1983, transformou o Detran em autarquia.

Nesses 82 anos de história, o Detran-PR teve 33 diretores à frente de sua gestão, cada um com novas ideias e projetos. A atual administração é a 34ª, cada qual dando sua contribuição. Atualmente, além do reconhecimento como o mais inovador e moderno do Brasil, também possui diversas premiações por suas campanhas educativas de trânsito.

Hoje, a autarquia possui 100 unidades de Ciretran, oito postos de atendimento avançado e mais de 200 postos conveniados em diversas cidades para atender a população. Possui, ainda, cerca de 2.200 colaboradores entre estatutários, cargos em comissão, estagiários, segurança e terceirizados.

Também mantém convênio com mais de 300 estampadores de placas, 740 despachantes de trânsito, 420 clínicas, 870 centros de formação de condutores (CFC) e instituições, além de outros parceiros.   

CNH

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) sofreu diversas mudanças ao longo dos anos. Em 1998, com a implantação do sistema de Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach), a CNH passou a ser emitida com foto no Paraná. Hoje, é possível obter a CNH Digital com o mesmo valor jurídico da impressa, direto nos smartphones, que começou a vigorar em 21 estados e o Distrito Federal desde 1º de fevereiro de 2018.

Educação de Trânsito é uma das missões da autarquia

Uma das missões do Detran-PR é para com a Educação de Trânsito. Para isso, são realizadas campanhas educativas, contação de histórias para crianças de forma presencial e online, participação em eventos, palestras, cursos, capacitações, entre outros.

O maior foco é nas crianças e em inserir a educação de trânsito na grade curricular, para que esta educação possa transformar comportamentos e para que tenhamos motoristas mais conscientes no futuro.

História tem curiosidades e fato marcante

Um fato marcante na história aconteceu em abril de 1997, quando o Detran-PR sofreu um incêndio em um de seus prédios na sede do Tarumã. Diversos arquivos e documentos foram destruídos pelo fogo, sem qualquer chance de registro histórico.

Logo depois, em 23 de setembro de 1997, foi criado o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), sob a Lei nº 9.503, que entrou em vigor apenas no ano seguinte, em 22 de janeiro de 1998.

A histporia do Detran-PR tem também algumas curiosidades. No Paraná, os testes para habilitação de motoristas já foram feitos com caixa de fósforos. Os candidatos eram levados para as ruas e, na subida, o examinador pedia para que se parasse o carro. Ele, então, colocava uma caixa de fósforos atrás do pneu e o futuro motorista deveria dar a arrancada no veículo sem amassar a caixa.

Os inspetores do antigo Departamento do Serviço de Trânsito circulavam com motos Harley Davidson vermelhas por Curitiba. Eles faziam batidas em pontos estratégicos, policiamento dos desfiles e também atuavam como batedores do Palácio Iguaçu. O número de inspetores era pequeno, tanto que todos eram conhecidos pelos nomes.