No Paraná, 850 pessoas se inscreveram para teste da vacina contra o coronavírus

Em quase 10 dias, 850 pessoas se inscreveram junto ao Hospital de Clinicas (HC), da Universidadde Federal do Paraná (UFPR),

Em quase 10 dias, 850 pessoas se inscreveram junto ao Hospital de Clinicas (HC), da Universidadde Federal do Paraná (UFPR), para testarem o CoronaVAc, uma das vacinas contra o coronavírus em testes pelo mundo. Ainda conforme a instituição, outras 21 estariam em uma lista de espera. O HC é uma das 12 instituições brasileiras que serão responsáveis pelos testes da fase 3, em humanos, da CoronaVac, uma vacina produzida na China contra o novo coronavírus entre as mais promissoras contra o novo coronavírus, em todo o mundo.A testagem deve começar no dia 3 de agosto.

No Brasil, a pesquisa é coordenada pelo Instituto Butantan e no HC é liderada pela médica infectologista Sônia Raboni, que concedeu entrevista coletiva nesta terça (21), junto com Claudete Reggiani , superintendente do Complexo Hospital de Clinicas. No Paraná, a vacina será testada em 852 voluntários, todos trabalhadores da linha de frente do combate ao Covid-19.

No dia 21 de julho, quando o HC anunciou a testagem e abriu as inscrições pelo site do Insitituto Butantan, havia 100 inscritos para o Paraná. Os testes devem começar no dia 3 de agosto e a pesquisa deve durar 16 meses. No Brasil todo, 9 mil voluntários participarão da pesquisa, que já tem o sinal verde da Anvisa.

Hospital de Clinicas do Paraná começa seleção de voluntários para testes com vacina contra Covid-19

Centros de saúde

Além do Hospital de Clínicas da UFPR, outros onze centros de saúde do Brasil auxiliarão a pesquisa, testando o produto em larga escala. No estado de São Paulo, participarão o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), o Instituto de Infectologia Emílio Ribas, o Hospital Israelita Albert Einstein, a Universidade Municipal de São Caetano do Sul, o Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), a Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto e o Centro de Saúde Escola da Faculdade de Medicina da USP, de Ribeirão Preto.

Em outros estados, haverá a colaboração do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, no Rio de Janeiro, do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Fármacos da Universidade Federal de Minas Gerais e do Hospital São Lucas da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio Grande do Sul, além do Hospital Universitário de Brasília, no Distrito Federal. 

Mais informações para quem quer se candidatar a ser voluntário na pesquisa da CoronaVac no Paraná  no email: [email protected] e pelo whatsapp (41) 98522-5146.