Programa oferta mil vagas gratuitas para capacitar profissionais na área de TI, no Paraná

O TechDev PR será lançado na segunda-feira (14) pela Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro-PR), Governo do Paraná e parceiros

A projeção de crescimento para empregos no setor de ciência, tecnologia, engenharia e matemática para a próxima década é 40% maior em comparação aos outros setores. Sabendo disso, a Associação das Empresas de Tecnologia da Informação (Assespro-PR), em parceria com o Sebrae Paraná e com o Núcleo Softex Campinas (NSC), lançou o projeto TechDev. O intuito é impulsionar e preparar profissionais para esse mercado por meio de treinamentos de até mil alunos por região.

O TechDev é uma ação conjunta, que busca suprir o déficit profissional no Estado e oferece aos participantes acesso às tendências mais recentes em desenvolvimento de software, design e empreendedorismo. Com isso, profissionais e Micro e Pequenas Empresas (MPE) de base tecnológica desenvolveram pré-requisitos para participar dos processos seletivos.

Hoje, as grandes empresas de software desenvolvem iniciativas de formação de profissionais para TI onde vinculam às vagas, sanando uma dor interna. No cenário da MPE, observamos que as empresas nem sempre possuem a capacidade de criar uma área para formação profissional. O coordenador de tecnologia do Sebrae Paraná, Vinicius Galindo de Mello, explica que o programa possibilita que empresas menores tenham acesso a esses profissionais, promovendo networking.

“Esperamos que o TechDev alcance profissionais para participaram da capacitação de todas as regiões do Estado, queremos assim viabilizar as vagas de emprego que as empresas estão demandando”, afirma.

O Sebrae acompanha o desenvolvimento da área de tecnologia no Estado há anos e ajudou a desenvolver o setor. De acordo com o Vinicius, a formação atual desses profissionais não dá conta da demanda e continuará não dando mesmo em 2024, de acordo com as projeções.

“Regionalmente, existem iniciativas de formação para novos profissionais, mas não alcançam todas as cidades. A proposta do TechDev é que seja perceptível por empresários de várias regiões do Paraná”, explica.

Segundo o presidente da Assespro-PR, Lucas Ribeiro, as empresas que aderirem e colocarem suas marcas à disposição terão o custo de aquisição do profissional reduzido. “Apenas este indicador já justifica o investimento das empresas conosco, para ajudar a crescer esse bolo de participação e, fatalmente, capacitarmos mais pessoas, para, então, ajudar as próprias empresas que terão mão de obra boa à disposição”, incentiva.

Com duração de seis meses, os cursos ofertados no TechDev são nas áreas de concepção, desenvolvimento, publicação, manutenção e evolução de produtos e sistemas de base tecnológica. Os participantes são capacitados para atuarem em empresas que desenvolvem software e também em empresas de qualquer outro segmento e porte, inclusive as Micro e Pequenas Empresas que necessitem de profissionais da área de sistemas e computação.

O TechDev é gratuito, tanto para as empresas quanto para os interessados na capacitação. O projeto foi viabilizado por meio de incentivos fiscais e é apoiado por recursos da Lei de Informática (incentivo fiscal para estimular a competição e a capacitação técnica de empresas brasileiras que produzem bens de informática, automação e telecomunicações), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. No entanto, para que mais pessoas possam ser capacitadas e tenham chances de uma colocação na área de TI, todo aporte é bem-vindo, inclusive, investimentos de ordem privada, pública ou direcionamento de incentivo fiscal.

Interessados podem se inscrever gratuitamente nos cursos disponíveis pelo link: https://workover.com.br/upskill-pr. Empresas que queiram participar, precisam procurar a Assespro (https://www.assespropr.org.br/), estabelecer a cooperação e ter as vagas divulgadas.