EFEITOS DO CORONAVÍRUS

Este início de ano está sendo atípico em todo o mundo, a pandemia do Cornavírus chegou para assustar e trazer

Este início de ano está sendo atípico em todo o mundo, a pandemia do Cornavírus chegou para assustar e trazer incertezas em todo o planeta. O que começou na China em dezembro de 2019, chegou ao Brasil, e agora, é preciso cautela e cooperação de todos para que o vírus não se alastre.

O nosso jornal nesta semana traz os efeitos que o Covid-19 trouxe para os municípios da nossa região, medidas precisaram ser tomadas para conter este vírus, pois, sabemos que, por mais que ainda esteja longe, pode chegar a qualquer momento, e assim como outros países, não temos estrutura para tratar tantos doentes. Até o fechamento desta edição, temos apenas uma suspeita do caso em Irati.

Aulas suspensas, comércio fechando, servidores municipais da saúde sem férias, suspensão de eventos com aglomerações, são algumas das medidas tomadas pelas autoridades para que o vírus não se espalhe. Agora, é a vez de a população colaborar e se prevenir, principalmente, não sair de casa, apenas para o essencial.

Claro que não é uma tarefa fácil. Como mudar a rotina de um brasileiro em época de pandemia? Esta é uma pergunta difícil de responder. Somos acostumados ao toque, a passear, e agora somos obrigados a mudar isso de uma hora para outra. Não é fácil, mas é preciso, ou mudamos, ou podemos sofrer sérias consequências.

Uma vez que a doença esteja presente no local, a preocupação é maior, por mais que pareça ser algo curável, o Covid-19 já matou mais de oito mil pessoas no mundo e tem 200 mil casos suspeitos, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), dados da quarta-feira (18). No mesmo dia, a Itália, um dos países mais afetados pelo vírus, registrou 475 mortes, em 24 horas. É alarmante a rapidez do coronavírus e como afeta todas as pessoas, não somente idosos, como muitos pensam.

Este momento é de prevenção, não tem como evitar que ele chegue, mas podemos nos prevenir. Se a empresa pede para ficar em casa trabalhando, fique, não são férias. Se estiver com sintomas de gripe, não saia de casa, peça ajuda. Se precisa continuar trabalhando siga as instruções, tome todos os cuidados necessários, na página do jornal do Bem-Estar (10) trazemos as formas de prevenção, porque não sabemos como será o dia de amanhã. É como dizem “não há nada melhor que o nosso lar”, e este é o momento de ficar nele.