1ª Votação – Câmara aprova PL que trata da Política Municipal de Gestão Animal

Em primeira votação foi aprovado o Projeto de Lei nº 052/202, que dispõe sobre a Política Municipal de Gestão Animal no Município de Irati e dá outras providências

Assessoria Câmara Municipal de IratiFoi realizada no dia 26 de outubro, a 11ª Sessão Ordinária do 2º Período do 1º Ano da 27ª Legislatura. Durante o Expediente foram lidos quatro novos projetos de lei e seis indicações dos vereadores. Na Ordem do Dia, seis projetos de lei foram aprovados.

Na Ordem do Dia, em segunda votação foram aprovados os projetos do executivo nº 045/2021, que autoriza crédito Especial na importância de até R$ 360.000,00 para terceirização de serviços de motorista para a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, Serviços Rurais e Transporte Escolar; nº 046/2021, autoriza o Executivo a conceder subvenção à Associação do Núcleo de Apoio ao Portador de Câncer de Irati – ANAPCI, e a abrir crédito adicional suplementar no valor de até R$ 100.000,00; nº 048/2021, institui o Regime de Previdência Complementar no âmbito do Município de IRATI – PR, fixa o limite máximo para a concessão de aposentadorias e pensões pelo Regime de Previdência de que trata o art. 40 da Constituição Federal, autoriza a adesão a plano de benefícios de previdência complementar; nº 049/2021, autoriza o Executivo a promover a venda em leilão de veículos e sucatas reputados como de recuperação antieconômica para os cofres públicos e o nº 050/2021, que altera o Anexo II, bem como acrescenta o Anexo IIA, à Lei de Uso e Ocupação do Solo Urbano, Lei Municipal n° 4231/2016 e suas alterações.

Já em primeira votação foi aprovado o Projeto de Lei nº 052/202, que dispõe sobre a Política Municipal de Gestão Animal no Município de Irati e dá outras providências.

PALAVRA-LIVRE

José Renato Kffuri discorreu sobre a indicação nº 314/2021 do Presidente Helio de Mello que solicita informações em relação aos pacientes que estão na fila de espera das consultas especializadas e por que os pacientes encaminhados pelas UBS ao Erasto precisam esperar várias semanas para o agendamento. “Reforço este pedido e sugiro que seja enviado um convite ao Chefe da 4ª Regional de Saúde para que venha até esta Casa esclarecer o que está acontecendo com estas consultas. A demora e a angústia de quem precisa de atendimento é triste, temos o Erastinho em Irati com atendimento de qualidade, então porque estas consultas estão demorando até 60 dias. Antes não existia esse atraso. Precisamos unir esforço neste sentido em nome da população”, afirmou Nato.

    O Presidente Helio de Mello também discorreu sobre a indicação de sua autoria nº 314, que fala das consultas especializadas. “Nosso município tem investido bastante em saúde, desde a manutenção e funcionamento das atividades básicas de saúde, pronto atendimento municipal, farmácia, transporte de pacientes, repasse de R$ 600 mil à Santa Casa, Consórcio Intermunicipal, e Samu, porém, existem pacientes na fila de espera de consultas há semanas, aguardando serem chamados para o início de um tratamento no Erasto, isso que temos em nossa cidade uma extensão do Hospital. Gostaria inclusive de reafirmar o excelente atendimento prestado pelos profissionais em todos estes setores. Mas, infelizmente já algum tempo tenho acompanhado e ouvido a comunidade, que está revoltada com a enorme fila de espera por um tal de código para poder iniciar o tratamento oncológico. Com o Hospital que temos em Irati e que inclusive será ampliado, foi criado uma expectativa na população. Portanto, deixo registrado aqui nesta tribuna o meu protesto e peço aos responsáveis que tirem a bunda das suas cadeiras e resolvam esta situação, pois a nossa população precisa ser respeitada e atendida. Quem tem dor, tem pressa. Viver, vivemos todos os dias, morrer é uma vez só. Somos considerados um dos maiores índices do Estado desta doença e não temos atendimento diferenciado”, lamentou.