Jair Bolsonaro toma posse em Brasília

 Na tarde desta terça feira (01), o presidente Jair Messias Bolsonaro e seu vice, Hamilton Mourão, tomaram posse em Brasília. Eles participaram de várias cerimonias que começou com o desfile do presidente, junto de sua família, com o histórico Rolls-Royce, da Catedral de Brasília até o Congresso Nacional. Também houve solenidades no Palácio do Planalto e Itamaraty.

 Na tarde desta terça feira (01), o presidente Jair Messias Bolsonaro e seu vice, Hamilton Mourão, tomaram posse em Brasília. Eles participaram de várias cerimonias que começou com o desfile do presidente, junto de sua família, com o histórico Rolls-Royce, da Catedral de Brasília até o Congresso Nacional. Também houve solenidades no Palácio do Planalto e Itamaraty. Durante a solenidade também aconteceu a nomeação dos 22 ministros que farão parte do seu governo. Em seus discursos, Bolsonaro disse ter escolhido apenas pessoas com perfis técnicos para os cargos.

  O que chamou atenção dos presentes e do povo brasileiro foi o discurso em libras da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, que quebrou o protocolo e falou antes do marido em solenidade de posse no parlatório do Palácio do Planalto. Ela agradeceu ao apoio dos brasileiros e disse que vai trabalhar para ajudar as pessoas com deficiência. Em seu primeiro discurso, Bolsonaro falou diretamente ao povo sobre as propostas de governos e agradeceu pelo apoio. Após receber a faixa presidencial do ex-presidente, Michel Temer, Bolsonaro falou sobre ideologias, e que o país começa a ser libertar do socialismo, da inversão de valores, do gigantismo estatal e do politicamente correto, as eleições deu voz a quem não era ouvido e a voz das ruas e das urnas foi muito clara, disse.

Após seu discurso no Parlatório do Palácio do Planalto, o presidente Bolsonaro recebeu delegações de todo o mundo ao lado da primeira-dama, Michelle, seu vice-presidente, Hamilton Mourão, e o chanceler Ernesto Araújo.  DECRETO O primeiro Decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e publicado nesta terça-feira (1º) em edição extra do "Diário Oficial da União" fixou o salário mínimo em R$ 998 neste ano. O valor atual é de R$ 954. Com isso, o valor ficou abaixo da estimativa que constava do orçamento da União, de R$ 1.006. O orçamento foi enviado em agosto do ano passado pelo governo Michel Temer ao Congresso.  

  Informações G1