Movimento incentiva o voto consciente em Irati

Exercer com responsabilidade a liberdade de escolha de candidatos é um dos objetivos do movimento União Pelo Voto Consciente, uma

Exercer com responsabilidade a liberdade de escolha de candidatos é um dos objetivos do movimento União Pelo Voto Consciente, uma iniciativa que está ocorrendo em Irati, liderada pelo ex-vereador, Emiliano Gomes. Através da propagação de informações, se busca a conscientização dos eleitores sobre a importância de conhecer os candidatos antes de escolher em quem vai votar, além de enfatizar a não negociação do voto.

Emiliano Gomes, ex-vereador de Irati, durante uma discussão sobre o voto consciente. Iniciativa também é realizada na área rural do município. Foto: Arquivo/ Emiliano Gomes

Demos início a esse movimento observando os materiais que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) disponibiliza na televisão e redes sociais, mas que a população dá pouca atenção. Unimos um grupo de pessoas com interesse em realizar um trabalho em prol da sociedade, explica Emiliano.

As informações são repassadas para a população por meio de redes sociais, folders, além do contato direto com os eleitores. Vamos aos quatro cantos do município, inclusive nas comunidades do interior, conversando com as pessoas. Também pelos meios digitais, como Facebook e Instagran, recebemos informações e discutimos sobre o tema, comenta.

Emiliano fala que buscam mostrar aos eleitores que votar consciente consiste em avaliar os candidatos, procurar informações e que cada um deve trazer para si essa responsabilidade. É importante conhecer o passado de quem está concorrendo e observar se as propostas estão de acordo com as suas convicções, independente qual sejam, afinal vivemos em uma democracia. Também se são pessoas que geram frutos para a cidade, estado ou país, enfatiza.

Para Emiliano, a transformação social se dará quando as pessoas passarem a votar de forma consciente, entendendo o poder que o voto de cada um tem. Enquanto acharem que o voto não vale nada, que é só mais um, tudo tende a estagnar. Se as pessoas se interessassem pelas eleições assim como fazem com Carnaval e Copa do Mundo, o país estaria em um caminho diferente, ressalta.

Remando contra a maré

Buscar a conscientização das pessoas não tem sido uma missão fácil, de acordo com Emiliano. As dificuldades surgem pelo desgaste da classe política, casos de corrupção, prisões de representantes, além da recessão enfrentada pelo país há anos, causando desemprego e falta de oportunidade.

Agora tenho abertura maior para chegar nas pessoas por não ser candidato. Elas prestam atenção no que falamos, mas ao mesmo tempo, temos muitas negativas. Falam que sempre é a mesma coisa, que não aguentam mais. Sabemos que estamos remando contra a maré, porém se de dez, uma ou duas pessoas se interessem eu acho que já é um grande passo, destaca o líder do movimento União Pelo Voto Consciente.

REDES SOCIAIS

Segundo Emiliano, a má utilização das redes sociais é um dos problemas do período eleitoral. Além da falta de respeito com a opinião dos outros, gerando agressividade e disseminação do ódio, há as fake news (notícias falsas), que propagam informações erradas. É preciso checar antes, ver se a notícia é de fonte segura, ter certeza, expõe.

FUTURO

Emiliano Gomes foi eleito vereador com 21 anos. Concorreu a cargos de prefeito e deputado estadual. Hoje, com 27 anos, não descarta voltar à vida pública. Tudo acontece ao seu tempo, se for da vontade de Deus, Ele vai me colocar na oportunidade de disputar um pleito. É algo que também deve partir de um entendimento da comunidade, se eu tenho preparo e posso ajudar o município ou o Estado, comenta.