Confidencial
Agora é Militar

Agora é Militar

Enfim, o governador Ratinho Junior liberou a lista dos colégios cívico-militares para serem implantados no Paraná. Embora ainda sob consulta, nossa região poderá receber até oito colégios espalhados por sete municípios da nossa região. Fernandes, Teixeira e Guamiranga ficaram de fora. Ao todo, mais de 200 escolas no Paraná serão consultadas.

Uma opção

Segundo o líder do governo na Alep, deputado Hussein Bakri, que é Presidente da Comissão de Educação da Assembleia, os colégios cívico-militares serão uma opção a mais aos pais que assim desejarem, com uma metodologia nova que virá para somar ao grande trabalho que já vem sendo feito em prol dos nossos alunos nas 2,1 mil escolas estaduais, sob o comando do secretário Renato Feder.

Compromisso

Gostaria de esclarecer que todos os candidatos a prefeito de Irati foram convidados para conceder entrevista para a Folha de Irati, que está sendo veiculada no site como em todos os municípios da região. O candidato Marcos Gonçalves do Avante não compareceu na reunião de sorteio e organização da agenda para o programa. O PT enviou um ofício dizendo que por motivo do ocorrido com o candidato Osvaldo Zaboroski declinavam em participar do evento. O candidato Ico Ruva (PSL), um dia antes das entrevistas enviou, via WthasApp, uma mensagem dizendo que não compareceria por motivos específicos. Já o candidato Emiliano Gomes (PSD), que havia confirmado sua participação através de seu representante relatado em ata, durante a ocorrência das entrevistas, através de seu coordenador de campanha, via telefone, informou que não compareceria a entrevista por motivos não especificados. João Dremiski (PCdoB) que havia confirmado e chegou a ir ao estúdio, acabou desistindo da entrevista. Com isso, apenas os candidatos Josué Hilgemberg (MDB), Jorge Derbli (PSDB) e Rafaela (PDT) concederam as entrevistas que estão sendo veiculadas no site e nas redes sociais do jornal.

17

Estamos entrando na reta final. Já é contagem regressiva.

É preciso respeito

Acredito que uma das características essenciais para um político é o respeito. Com o dinheiro público, com o bem da população e com o ser humano. Quando um candidato assume um compromisso e não cumpre ele, na verdade, está apenas mostrando como será quando, e se, estiver no poder. Não são pelas grandes atitudes que conhecemos as pessoas, mas pelas pequenas e simples. E alguns fatos acabam levando a realidade. O que aconteceu nos deixou apenas tristes, por candidatos perderem a oportunidade de responderem em uma modesta entrevista com questionamentos que são do interesse de todos. Tristes pelos membros da sociedade civil organizada que enviaram seus questionamentos como ACIAI, OAB, Fórum de Desenvolvimento e a comunidade. Perdemos todos nós, enquanto população, de conhecer o que os candidatos pensam, diferente das falácias dos programas eleitorais e do que postam no Facebook. Se uma entrevista amedronta, o que farão à frente de uma Prefeitura? Fica a dúvida.

Pesquisa aponta Osnei em Prud

Além de receber o apoio do governador Ratinho Junior, Osnei Stadler recebeu mais uma boa notícia. Foi o resultado de uma pesquisa realizada pelo IPPEC entre os dias 16 a 18 de outubro, que apontou que Osnei está na frente em Prudentópolis. Na pergunta, se a eleição fosse hoje, quem você votaria? Osnei (DEM) aparece com 43.7% das intenções de voto. Irajane (PSL) tem 29.78%, Divo (PSOL) 7.17% e Rodrigo (PRTB) 2.17%. Brancos e nulos, 10.22% e 6.26% não souberam responder. A pesquisa está registrada sob nº 05944/2020 e foi contratada por Barbiero Comunicação Ltda. A margem de erro é 4.57 pontos, para uma margem de confiança de 95%.

Segurança

Uma das questões que vão delineando a pesquisa é se o voto é definitivo ou não. Nos votos estimulados, dos 43,7% de Osnei, 40% dizem que votam em Osnei e não mudam. Já em Irajane, que aparece com 29.78%, 6.52% podem mudar o voto. Estes números mostram como a eleição está se formando e onde pode mudar o cenário ou deve ser a tendência final. Nesta pesquisa, apenas 11.96% pode mudar o voto.

Aprovado

O mandato do prefeito Adelmo Klosowski também foi indagado na pesquisa. Dos entrevistados, 89.35% aprovou o mandato de Adelmo, que quebrou um paradigma no quesito corrupção, conseguiu realizar uma sequência de obras que deu nova cara ao município, além de levantar a autoestima da população.

Ganhando Ritmo

Toda aquela movimentação que víamos nas ruas por meses ainda não chegou nas campanhas da região. Em Teixeira Soares, local onde a disputa esta acirrada, vemos bandeiras nas ruas. Nos outros municípios, as campanhas têm ritmo pacato, mais destinado no corpo a corpo. Até o momento em que vivemos, as campanhas estão menos vultuosas, o que deverá crescer nos últimos dias.

Pesquisas e agressão

As apostas estão grandes para verificar o que as pesquisas estão dizendo. Mas na reta final já percebemos estratégias mudando e em muitos lugares, até mesmo em Irati, o nível da campanha indo mais para a agressão. É sempre na reta final que o nível cai. Às vezes, como os pontos na pesquisa. Mas isso é uma tática que não resulta mais em votos. Ou será que estou enganado?

Candidatos perdidos

Ainda tem candidatos que não entenderam que para se ter o voto é necessário pedir. O momento do pedido do voto é sem dúvida um momento de humildade do candidato e, por outro lado, o eleitor faz questão que isso ocorra. E numa candidatura curta, muitos que não estão fazendo este exercício não chegarão lá.