Confidencial
Auxílio emergencial

Comida Boa

Técnicos do governo do estado entregaram, aos prefeitos participantes da Amcespar, os vales para a população carente acessar o programa “Comida Boa”. Os prefeitos receberam os vauchers na sede da Amcespar. O prefeito Jorge Derbli recebeu da chefe do Escritório da SEAB de Irati e será distribuído entre a população que está inclusa em programas sociais.

Também recebeu

O prefeito Adelmo Klosowski que pertence a regional da SEAB de Guarapuava também recebeu os cartões para o município. Em Prudentópolis, serão beneficiadas 6.769 famílias cadastradas nos programas sociais. Junto do prefeito a primeira dama Beatriz que cuida da pasta Social e também o vice-prefeito, Osnei Stadler.

Veto

Atendendo ao pedido de Paulo Guedes, Jair Bolsonaro disse na quinta-feira (07), que vetará trechos do projeto de ajuda a estados e municípios, para garantir o congelamento de salário dos servidores por um ano e meio. O congelamento de salários do funcionalismo é uma contrapartida à ajuda oferecida a estados e municípios. “Eu sigo a cartilha do Paulo Guedes na economia. […] Servidor tem estabilidade e tem o salário. Há pouco, a proposta do presidente da Câmara [Rodrigo Maia] era de cortar 25% do salário para todo mundo, mas o Paulo Guedes decidiu que poderia ser menos drástico, e assim foi combinado”. As informações são do “O Antagonista”.

Sem mandato

O vereador de Ivaí que é acusado de assassinar a facadas o empresário Everaldo Manfron no município, teve seu mandato cassado. Após o assassinato, Kiko Lobacz desapareceu e é considerado foragido. Por meio de seu advogado, tentou renunciar ao mandato para não ter perca de direitos eleitorais, mas não foi aceito. Nesta semana, a Câmara votou por unanimidade pela cassação do mandato.

Sob Nova Direção

 O MDB de Irati está de cara nova. Após a  migração de Hélio de Mello para o PV, que presidia, a legenda acabou passando por uma transformação. Quem assumiu a presidência foi o advogado Josué Hilgenber com as bençãos do presidente estadual João Arruda. Com essa metamorfose, alguns políticos tradicionais e que construíram história na legenda, como o ex prefeito, Alfredo Van Der Neut, deixaram a sigla. O mais traumático é que segundo informações não houve nenhuma forma de migração da provisória do partido.

Pedagógico

O PTB de Irati foi outro partido que mudou a provisória. O professor Helder Alberto Leal assumiu a presidência do partido e trabalha para lançar uma chapa competitiva de vereadores. O projeto do PTB que deixou a proximidade do pré-candidato Nelsinho, tem como meta oportunizar uma candidatura a várias lideranças que participam de associações que foram criadas ou retomadas em Irati. Para Helder, que não será candidato, o processo para quem vai participar é pedagógico, em que os candidatos e os mais de 60 novos filiados conhecerão o envolvimento político e o que ele proporciona. A linha do partido será independente e não terá candidato a prefeito. A mudança de mão teve a aprovação de Alex Canziani.

 “O melhor programa econômico de governo é não atrapalhar aqueles que produzem, investem, poupam, empregam, trabalham e consomem”

Irineu Evangelista de Sousa, o Visconde de Mauá

Ação

A Câmara de Vereadores de Irati, fez uma doação de 2000 litros de leite para a campanha “Todos por Irati”. A ideia é que a doação não evidencie nenhum nome, mas que mostre a ação que a Câmara está fazendo como um todo, envolvendo, também, os funcionários. Anonimamente é preciso dar o exemplo para todos se engajem na campanha e ajudem os que precisam.

5º no ranking

Conforme texto aprovado no Congresso Nacional, o Paraná será o quinto ente federativo com a maior cota (5,72%), atrás de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. A verba emergencial será dividida entre os estados obedecendo critérios como a arrecadação do ICMS, população, cota no Fundo de Participação dos Estados e contrapartida paga pela União pelas isenções fiscais relativas à exportação. A lei federal, que ainda precisa ser sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro, prevê que os municípios paranaenses vão receber R$ 163 milhões para aplicação em saúde pública e R$ 1,163 bilhão para uso livre.

Caiu o movimento

É perceptível que houve uma queda no volume na procura pelos serviços prestados pelos sistemas de saúde. Isso se deve aos hábitos de higiene que têm proporcionado a população, aliado ao medo do contato com o vírus que está mudando a vida de todos. Mas os prefeitos também percebem uma queda nos gastos com a saúde. Momento ideal para colocar a vida da saúde do município em dia e diminuir a fila de exames, principalmente.

                                          “R$1,9 bi”

Valor que o Paraná receberá do Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus, aprovado pelo Senado Federal na quarta-feira (6).

Volta as aulas

O deputado Hussein Bakri (PSD) líder do governo, anunciou que estão autorizadas as aulas remotas nas autoescolas do Paraná. Isso ainda depende das plataformas online serem homologadas, o que deve ocorrer nos próximos dias. Outra portaria editada na quinta-feira (07), também fica estabelecido um cronograma para retomada das aulas práticas de direção, a partir da próxima segunda-feira (11), dos exames teóricos para 1ª habilitação e das provas de reciclagem (dia 18) e dos exames práticos (dia 25).

Retomada

Ampliar os investimentos públicos com a execução de obras que geram empregos nos municípios e tornar a administração estadual ainda mais eficiente. Essas foram as principais orientações do governador Carlos Massa Ratinho Junior para retomar o fôlego da economia do Paraná após a pandemia da Covid-19. O assunto foi tratado, nesta quinta-feira (7), em reunião com a equipe responsável pelo planejamento das ações de recuperação do Paraná.

Tempos modernos

Em Tempos de pandemia, a crise vira criatividade. E uma fala é única no meio de quem vai participar das próximas eleições. Nesta quinta, várias pessoas receberam em seus WhatsApp, uma pesquisa com pergunta única investiga a intenção do eleitor de Irati. Nomes como Jorge Derbli, Emiliano Gomes, Felipe Lucas, Nei Cabral e Ico Ruva, dentre outros, aparecem no questionamento. Isso mostra que devido, principalmente, à pandemia, o contato ficará mais remoto e o digital crescerá como ferramenta de conquista de votos. Os tempos estão mudando e a forma de fazer política também.

Emergencial

A aprovação pelo Congresso Nacional do auxílio financeiro emergencial de R$ 125 bilhões aos estados e municípios para combate à pandemia da Covid-19 trará um alívio no Paraná.  O Deputado e lider do governo, Hussein Backri (PSD), enalterceu a participação dos senadores paranaenses, Alvaro Dias, Flávio Arns e Oriovisto Guimarães, que atuaram favorávelmente aos municípios do Paraná. "É dessa forma, com todas as esferas públicas do país, trabalhando unidas, que o Brasil vai superar este momento tão difícil", disse Hussein.