Namais Perfeita...
Casa organizada X Crianças pequenas: Como conciliar?

Pode parecer clichê mas não tem jeito, a organização começa em se desfazer dos excessos, ou seja, evite guardar e manter itens sem utilidade, principalmente os ligados as crianças uma vez que crescem muito rápido e acabam deixando muita coisa como roupas e calçados que não usam mais, brinquedos antigos, material escolar de anos anteriores.

Depois da faxina feita, separe tudo por categoria e rotina de uso, para ajudar aposte nas caixas organizadoras, que se tratando de organização são uma ótima opção e quando envolve crianças são ainda mais úteis. Separe brinquedos, livros, jogos e até roupas, assim além de ficar organizado ainda ficará mais fácil para a própria criança encontrar suas coisas sozinha. Ainda para a organização, os baús e os pufes com tampa também são uma ótima opção para guardar os brinquedos.

As dicas que demos até aqui são muito importantes, porém, o principal para conseguir criar uma rotina de organização com crianças é envolver elas no processo, e é aí que muitos pais erram, se a criança não é estimulada desde pequena a contribuir para a organização do local em que vive, por mais simples que seja sua participação, mais difícil será o processo de aprendizado conforme ela for crescendo, sem falar que mais trabalhoso será para a mãe dar conta de todas as tarefas.

Solicite o auxílio da criança para ajudar com tarefas que condizem a sua idade, como separar roupas e brinquedos que não gosta ou não usa mais, a organização dos brinquedos de forma que ela mesma saiba exatamente o lugar de cada item, e principalmente a importância do compromisso de sempre quando um item for retirado do local que ele seja devidamente guardado após seu uso.

Há outras tarefas que os pequenos podem ir ajudando aos poucos, como auxiliar a lavar o pet, lavar as folhas da salada, preparar a lancheira, arrumar a cama, tirar o pó, enfim, atividades apropriadas a cada idade.

É importante delegar tarefas, mas também incentivar as crianças a desenvolverem o senso de escolha, isso ajudará no crescimento e independência dos mesmos. Você pode começar pedindo para a criança ajudar na escolha da roupa que vai vestir ou na separação dos brinquedos que ela não gosta ou brinca mais para uma doação por exemplo, aos poucos tais tarefas entraram naturalmente na rotina do pequeno.

Este processo de inserção das crianças na organização da casa vai muito além de uma ajuda para os pais que trabalham fora, é uma forma de aos poucos eles irem aprendendo sobre o cuidado com o próprio corpo, com suas coisas e com a vida em conjunto, tais atividades vão ajudar no desenvolvimento da criança.

Por fim, além de incentivá-las sempre lembre de parabenizá-las pelo trabalho feito, que ao mínimo que seja para os pequenos, começar a fazer atividades sozinhos pode ser o máximo, por isso sempre lembre de recompensá-los com um elogio.