Confidencial
Com a benção 

Com a benção 

O prefeito Junior Benato (PSD) esteve esta semana com o vice-prefeito, Klevinho Perussulo (DEM), recebendo do governador Ratinho Junior as bênçãos para disputar a próxima eleição em Inácio Martins. Muito se falou na substituição do vice, mas Benato confirmou perante o governador que a dupla PSD – DEM será mantida na cidade serrana. E é preciso as bênçãos do governador, uma vez que, provavelmente, Benato disputará com o padre Marcos, que de benção entende bem.

Quem vai apoiar

Recentemente, o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, deputado Sandro Alex (PSD), esteve em Inácio Martins assinando a ordem de serviço de R$ 1 milhão em pavimentação. Mas depois do ato, ele fez um vídeo com os vereadores, Nelsinho e Valdecir, além do ex-prefeito, Marino, ambos do PSDB. Mesmo sendo ciceroneado pelo prefeito Junior Benato, mostra que Sandro deve apoiar o time do Marino na próxima eleição. Ou não???

Sputnik V

O Paraná e a Rússia assinaram na tarde de quarta (12) um protocolo de intenções para desenvolvimento de vacina contra a Covid-19. O protocolo abre a oportunidade do governo do Paraná, através do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), participar dos testes e da produção da vacina Sputnik V no Brasil. O acordo foi firmado durante reunião por videoconferência com o governador Ratinho Júnior (PSD), representantes do governo do Paraná, Tecpar, Ministério da Saúde, Anvisa e embaixada da Rússia. “Nesse momento a prioridade é a validação da vacina no País” afirmou Jorge Callado, diretor-presidente do Tecpar.

Última data

Quem vai disputar o executivo nas próximas eleições precisa se desligar de funções de chefias ou cargos públicos, tanto no estado, como nos municípios. A data limite é o dia 14 de agosto, nesta sexta-feira. Para saber se este ou aquele será candidato basta olhar os editais e saber se houve ou não pedidos de licença. Este será um passo interessante que mostrará a formação dos quadros de candidatos para o próximo pleito.

Quem precisa sair

Em Irati, Hélio de Mello (PV), que pretende ocupar o cargo de candidato a vice-prefeito na chapa de Jorge Derbli(PSDB), deve se desligar das funções de professor. Da mesma forma, o professor Ico Ruva (PSL), que promete disputar a vaga de prefeito, deve se afastar. Em Mallet, Rogério Almeida (DEM) precisa deixar a Emater, uma vez que é pré candidato a prefeito. Da mesma forma, professor Ildefonso, em Rebouças, precisa deixar as salas de aula.

Fato ou boato

E, ainda, é a última data para Odilon Burgath (PDT) deixar seu cargo na Justiça do Trabalho, embora boatos de vários ventos dizerem que Burgath teria declinado do cargo deixando a vaga para Luciano Menon (PSB), vulgo X-Salada, disputar contra Derbli. Lembrando que X também precisa se desligar. Vamos ver se os comentários se transformam em fatos ou não passam de boatos.

R$ 1.065.760,75

Valor do investimento na segunda etapa do Canal Hídrico em Irati

Calçando as Chuteiras

Velho de Guerra, o suplente de deputado estadual, Felipe Lucas (Cidadania), está calçando as chuteiras para entrar em campo em mais uma disputa eleitoral. Recebi a confirmação que ele pediu afastamento de suas funções como médico do estado, preventivamente, uma vez que sua aposentadoria ainda tramite no órgão competente. Isso é uma demonstração que Felipe está apto para entrar em campo. Basta apenas ser escalado. E o adversário pode ser Jorge Derbli.

Pavimentação

O prefeito Lula Thomaz de Teixeira Soares está investindo pesado em pavimentação. A última investida, que já está em execução, é a obra que vai levar o asfalto até a “Gruta”, local que está sendo preparado para se transformar em um novo ponto turístico em Teixeira. Mas a pavimentação pretende se estender até a BR-277, na localidade de Rio DAreia. A obra será dividida em três etapas. A primeira em execução, a segunda em aprovação, e a terceira em projeto.

Pensamento conjunto

Antes tarde do que nunca, mas os prefeitos dos municípios que compõem a Amcespar se reuniram para unificar as medidas no combate a Covid-19. Da reunião, onde nem todos participaram, decidiu-se que não deverá ter mais lockdown e as medidas devem fortalecer os comércios. Mas a preocupação é sempre com a queda de arrecadação.

Rodrigo está de volta 

O prefeito Rodrigo Solda, de Rio Azul, já passou pelo quarentena e não tem mais o vírus da covid-19. Ele manteve o isolamento com muita ação a aproveitando das ferramentas possíveis para administrar o município sem deixar o ritmo cair. Em conversa, ele relata das ansiedades que todos têm quando passam por esta experiência, o que nivela a todos. Pelo jeito voltou em ritmo acelerado.

Novo presidente 

Sabe quem é o presidente interino da Amcespar? Não? Prefeito de que cidade? Nada disso, o presidente interino da Amcespar é Vanderlei Kawa. Ele era diretor executivo e cumprindo as exigências legais, de que os prefeitos que vão disputar o executivo não podem estar no cargo, sobrou pra ele. Junior Benato se afastou e como de 10 prefeitos, oito vão disputar novamente os cargos, e, Adelmo de Prudentópolis, nem Bertoldo de Imbituva assumiram a bronca, sobrou para o Vandeko, que de diretor executivo virou presidente interino da AMCESPAR. Que tar, né?

Canal Hídrico

A prefeitura de Irati licitou mais um trecho do Canal Hídrico que prevê diminuir os impactos de inundações no centro de Irati. O investimento será de mais de R$ 1 milhão, recurso viabilizado pela deputada Leandre. A obra vai da Rua Conselheiro Zacarias até o rio das Antas. O prefeito Jorge Derbli comemora a ação de dois deputados expressivos para Irati. Roman viabilizou o recurso para o primeiro trecho e a deputada Leandre para o segundo. “E daqui a pouco as inundações no centro serão coisas do passado”, comentou Derbli.

Novo Líder é do Centrão

Ricardo Barros (Progressista-PR) é o novo líder do governo Jair Bolsonaro na Câmara. Ex-ministro da Saúde, pertence ao centrão defenestrado por Bolsonaro na campanha, mas que teve que se socorrer para ter governabilidade. Astuto e ágil, Barros defende a distribuição de cargos no governo para fortalecer a articulação com o Congresso. A nomeação de Barros como líder consolida a aliança com o “centrão”.

Honestidade não é virtude. É obrigação.

Adelmo Klosowski