Confidencial
Confidencial 20 de agosto de 2019

Comitiva Ucraniana

Uma comitiva Ucraniana, composta por empresários e cônsules, visitaram Irati e Prudentópolis buscando acordo comerciais com as duas cidades. Em Irati, estiveram na tarde da quinta-feira (19), e no período da noite, iniciaram uma agenda de dois dias em Prudentópolis. Em Irati, o evento foi na Câmara e foram recebidos pelo presidente do Legislativo, Nei Cabral, e pelo prefeito, Jorge Derbli.

Comitiva Ucraniana II

O prefeito Jorge Derbli preparou todo o seu dialeto para cumprimentar os visitantes no idioma ucraniano e propor a hospitalidade necessária. Junto do ex-prefeito Felipe Lucas, Derbli aparece na foto com o Consul Serguiy Kutsevlyak, que devido a hospitalidade e apresentação da cidade, brincou que gostaria de morar em Irati.

Asfalto Novo

O prefeito Jorge Derbli, deu a ordem de Serviço do programa Asfalto Novo. Este projeto vai investir R$10 Milhões em pavimentações na cidade, resolvendo problemas em bairros como o Conjunto Santo Antônio, no Rio Bonito e a Avenida Paraná, na Vila São João, que é uma promessa de vários prefeitos. O investimento teve o apoio de nove vereadores da Câmara de Vereadores de Irati. Apenas Roni Surek foi contra a pavimentação.

Política Moderna

O prefeito de Rio Azul, Rodrigo Solda, colocou como definitivo em seu modo de agir baseado numa nova política. Segundo ele, a velha política da briga, birra, perseguição já não cabe mais. O momento é de construir e, para isso, manter o diálogo é o mais importante. Conversar com a população, com aqueles que pensam diferente, para sejam somadas as forças e os pensamentos, para que o município cresça. O pensamento pode ser meio bairrista, mas é baseado nas cidades que mais se desenvolveram, onde se pensa no bem comum e não para defender o seu umbigo, prejudicar toda a cidade.

Nova versão

O prefeito Zak está numa nova “vibe”. Muito mais amenos do que no passado se preocupa em fazer uma gestão política sem intrigas. Ë mais um prefeito que prega a construção política para o crescimento do município. E está mostrando que não é da boca pra fora. Em suas falas reconhece os avanços da administração anterior para o crescimento do município. Parece que aquele ditado “Ele sai do PT, mas o PT não sai dele” não pode ser aplicado ao Zak. E com ares de quem vai para disputa.

Fase positiva

Zak diz que o município está numa fase positiva muito boa. Está recebendo obra da “Requalificação Urbana” na Vila Facão, em breve vai iniciar pavimentações de, aproximadamente, R$4 milhões, está tramitando o recurso para pavimentação de mais R$ 2 milhões e melhorias do Parque Industrial, que vai habilitar o município para gerar mais empregos como é o caso das costuras que, de 40 empregos, vai passar para 120.

A maior parte

Ainda tem outras obras importantes acontecendo. A ligação asfáltica entre Irati e São Mateus do Sul tem algo que muita gente não percebe. A maior parte do trecho, aproximadamente, 60% é do município de Rebouças. Isso deve render aos cofres do município algo perto de R$1 milhão de ISS. Aí motiva o prefeito e o vice a apostar no asfalto que liga Rebouças ao Marmeleiro. E para ganhar tempo a prefeitura deve pagar o projeto da obra, que deve custar algo em torno de R$450 mil. Isso agiliza o processo para o Governo do Estado, com a economia da pavimentação da PR-364, pavimentar este trecho de 12 km.

Cidadão Honorário 

No último sábado, alguns deputados federais receberam o título de cidadão honorário da Câmara de Rebouças. Os títulos foram sugestões dos vereadores. Entre os homenageados estavam o deputado e secretário da Infraestrutura e Logística Sandro Alex (PSD), o líder do governo Ratinho Junior, Hussein Bakri (PSD) e também Aliel Machado (PSB). Na foto, Hussein, Alex, o prefeito Zak e a vereadora Fran Cabral.

Parece que destravou

Segundo “informações de cocheira”, destravou o processo que vai conceder a licença prévia para a empresa Atena Engenharia Industrial, para instalar a empresa de transformação do lixo em Irati. Segundo as fontes, o IAP de Curitiba já teria enviado a Irati o parecer em que autoriza a liberação do documento. Irati será pioneiro no Paraná neste tipo de processo, em que transforma o lixo em produto sintético. Com isso, o prefeito Jorge Derbli torna Irati o pioneiro no estado neste processamento que é um avanço tecnológico significativo.

CPI da Lava Jato

Três deputados com votação expressiva na nossa região votaram a favor da abertura da CPI da Lava Jato. Aliel Machado (PSB) e Evandro Roman (PATRIOTA) mantiveram a assinatura na CPI. Roman disse que vota pela abertura da CPI porque acredita na correção de Sergio Moro e da Lava Jato, e a CPI apenas vai mostrar que eles estão corretos. Aliel manteve a assinatura sem justificativa e a deputada Leandre Dal Ponte (PV) retirou a assinatura do requerimento.

Esclarecimento

Em nota a deputa esclarece que sua retirada foi devido a ter mudado o objetivo da CPI. Veja um trecho da nota: “Quando assinei o pedido de instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito, o fiz pelo entendimento e na expectativa de que a devida apuração dos fatos envolveriam todo o caso, ou seja, o Intercpet, a Lava Jato e os Hackers, de modo amplo, imparcial e impessoal, para que, assim, tivéssemos o devido esclarecimento deste episódio que até agora causa muitas discussões e desgastes. O objetivo da investigação deve ser apurar os fatos, colaborar para a punição dos culpados, bem como absolver e tentar reparar a reputação de inocentes. Porém, ao tomar ciência de que o objetivo seria investigar “exclusivamente” os membros da Lava Jato e o ex-Juiz Sérgio Moro, retirei imediatamente o meu apoio (anexo), por entender que o processo fica prejudicado quando falta qualquer uma das partes, tornando-se restrito, parcial e pessoal.

Arns pode ir para o Podemos

Com a cláusula de barreira alguns partidos podem minguar ou desaparecer, como é o caso da Rede Sustentabilidade. Esse é um dos fatores que está levando o senador Flavio Arns a aceitar o convide de outro Senador Paranaense Álvaro Dias para ingressar no PODEMOS. Dias, líder do partido no Senado, tem trabalhado para aumentar a sigla que saltou de cinco para dez senadores. O objetivo é ultrapassar os MDB que tem 13 cadeiras. Se Arns aceitar o convite a missão fica mais fácil de ser cumprida. Como Oriovisto Guimarães já está no Podemos, se Flávio Arns aceitar o convite de Álvaro Dias, o Paraná pode ter todos os senadores no mesmo partido.

Moro é o preferido

Segundo pesquisa do Instituto Datafolha, o ministro da Justiça, Sérgio Moro, continua como o mais bem avaliado do governo Jair Bolsonaro, com 54% de ótimo ou bom. No último levantamento, em julho, a aprovação de Moro estava praticamente no mesmo nível, em 55%. Mesmo com contínuos vazamentos de conversas entre Moro e integrantes da Lava Jato, postados pelo site The Intercpet Brasil, a avaliação positiva do titular da pasta da Justiça se mantém e supera em 25 pontos a aprovação do presidente Bolsonaro, de 29%. Depois do ex-juiz, o ministro mais bem avaliado é Paulo Guedes (Economia), com 38% de ótimo ou bom, seguido por Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), com 36%.

Essa é importante

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu na noite desta terça-feira (17), que a presença de candidaturas de laranjas para fraudar a cota mínima de candidatas mulheres deve levar à cassação de toda a chapa eleitoral, com a perda do mandato dos eleitos. As informações são de Felipe Amorim na Folha de S. Paulo. A decisão pode significar um precedente a ser aplicado pelo TSE em casos de candidaturas laranjas em todo o país, como nas investigações que atingem a campanha de chapas do PSL em Minas Gerais e Pernambuco.

“54” Índice de aprovação popular do ministro Sergio Moro

“Quando um homem assume uma função pública, deve considerar-se propriedade do público”  -Thomas Jefferson, ex-presidente Americano