Bairros de Irati
Promorar I e II

Hoje, Vila São João, um dos bairros mais populosos de Irati, que teve uma famosa “raia” para corridas de cavalos, um campo de aviação, uma indústria chamada Carvorite, que foi uma das mais importantes empresas de carvão ativado do Brasil, olarias, serrarias e outras empresas, hoje tem uma Yasaki, Engeprócons, Acome, dentre outras indústrias.

Ali nasce o Arroio Couro Pelado, num terreno que pertencia ao Ministério da Agricultura, o Fomento Agrícola – Escola de Tratoristas de Irati, atualmente pertence ao Estado do Paraná e funciona nosso Colégio Florestal. Adiante, esse arroio cruza a BR-153 e transforma-se no Rio das Antas, nosso principal rio, que atravessa a cidade e deságua no Rio Imbituvão. O rio, que atraiu os primeiros moradores, quando maltratado pode trazer incômodos, um deles é o alagamento das áreas do entorno causando prejuízos e deixando, muitas vezes, desabrigados.

Numa parte da Vila São João, no final da década de 70, existia uma favela chamada Buraco Quente, ficava ao lado da antiga serraria do seu Olavo Santini. Ali viviam dezenas de famílias, às margens do já maltratado Rio das Antas. No local foi alocada uma creche, num vagão de trem, essa creche depois foi transferida, pela prefeitura, para o centro do bairro e recebeu a denominação de Creche João Paulo II, porém, as famílias do local, além de morarem em barracos, sofriam com constantes alagamentos que ocorriam com chuvas maiores.

Na gestão municipal de 1983 a 1988, novamente funcionou o Sistema Municipal Habitacional, e numa área de 15.762,50 metros quadrados, local próximo, porém mais alto, foram edificadas 95 unidades habitacionais, em forma de mutirão. Ainda, com o objetivo de agregar as famílias, foi edificado um centro comunitário, que infelizmente hoje não existe mais. Esse conjunto habitacional foi feito em duas etapas: Promorar I e Promorar II. Denominada assim por ter iniciado o programa habitacional com esse nome. O terreno pertencia ao Aeroclube de Irati.

O pequeno bairro, dentro do Bairro Vila São João, possui como vizinhos o Loteamento Jardim Aeroporto, esse que foi propriedade da família Luitz, e também o bairro Novo Irati, do Programa Habitacional da Cohapar. Os acessos se dão pelas ruas São Paulo e das Castanheiras. Cabe aqui ressaltar que os Luitz, então moradores do bairro, foram grandes profissionais na área de topografia e muitos importantes serviços fizeram em Irati e na região. Ainda, morando em Irati está o senhor Raul Adão Luitz, professor e topógrafo.

O bairro acolheu, principalmente, moradores das margens do rio das Antas. Hoje os bairros Promorar I e Promorar II são compostos de gente simples e trabalhadora, o que muito orgulha Irati, principalmente por terem participado da construção, em forma de mutirão, das próprias moradias.

Com mais esse relato continuamos resgatando mais uma parte de um importante capítulo da história de Irati. A criação de novos bairros no mapa de nossa cidade.

Salve a história de nossa cidade!