Confidencial
Temperatura amena nas campanhas políticas

Youtubers

Os candidatos estão apostando nas lives como ferramentas para atingir os eleitores. Campanha com menos tempo, pandemia e a nova programação política nas rádios está fazendo os candidatos virarem verdadeiros Youtubers. Apostam nas lives para se comunicar com a população. A vantagem é que só assiste quem quer. E por outro lado, pode usar o novo ofício como oportunidade de emprego se os planos não derem certo.

Escritórios da maldade

Parece que silenciou os escritórios da maldade em Irati. Após o show de pirotecnia, proporcionado pelos mais diversos fatos políticos das últimas semanas, houve um silenciamento dos escritórios de maldades implantados para causar terror nas eleições iratienses. Talvez o “cessar fogo” aconteceu para que pudessem se orientar, porque era tanto tiro, que não se sabia nem quem e em quem estavam atirando. Mas daqui a pouco começa tudo de novo. É só sair mais uma rodada de pesquisa...

Pelado, nu e com a mão no bolso

Embora este trecho da música mostre um pouco a situação de candidatos de Irati, e talvez da região, um em especial terá que se virar para arrumar para pagar a despesa da campanha. É Josué, que foi incentivado pelo então presidente do MDB, João Arruda, a ser candidato com o compromisso do recurso do fundo eleitoral, ficou a ver navios. Segundo o próprio Josué, com a saída de Arruda a candidato a prefeito de Curitiba, o fundo eleitoral do MDB ficou apenas na capital. Sergio Souza, o paizão, salva um pouco, mas o “furo” é grande e é preciso estruturar os vereadores com santinho e uma gasolininha.

Revelação

A política revela o melhor e o pior das pessoas. Pena que, às vezes, as pessoas trocam os pés pelas mãos e acabam com a figura do candidato. Mas pode ir além. Podem acabar também com o indivíduo que há por trás dele. Pensem antes de agir, pensem antes de falar.

Manifestando

O deputado Hussein Bakri (PSD), líder do governo na Alep, esteve no comitê do candidato Emiliano Gomes nesta quarta (7). Cidade polo do Centro-Sul do Estado, Irati tem um papel crucial no desenvolvimento dos municípios vizinhos e da região como um todo. Pensando nisso, o PSD e o Governador Ratinho Junior dão total apoio à candidatura do Emiliano Gomes à prefeitura, tendo como vice o experiente ex-deputado Felipe Lucas (Cidadania). A chapa “Juntos pela mudança” tem total condições de colocar Irati na rota do crescimento e do progresso.

Vai polarizar a briga em Imbituva

Segundo “informações de cocheira”, o candidato Vinicius Pontarolo entrou com pedido de cassação da candidatura de Celso Kubaski, do Cidadania. O pedido seria baseado na desaprovação de contas de um dos anos do mandato de Kubaski. Mas a decisão válida é da Câmara que aprovou as contas, o que permite que Kubaski concorra. Pontarolo terá que derrubar na justiça a decisão da Câmara para tirar Celso do cenário. É! Começou a campanha.

Guamiranga também

Em Guamiranga, o Ministério Público Eleitoral entrou com o pedido de cassação de Marcos Chiaradia. O motivo é uma condenação por crime ambiental. Segundo o MP, por este motivo Chiaradia não poderia concorrer. Vamos aguardar a decisão do juiz para isso.

Elogiando a vila

vereador Nei Cabral (PV) enalteceu a Vila São João e o parque que está lá sendo implantado. Mesmo morando no interior, Cabral tem fortes ligações com a Vila. E parece que o momento é mesmo de levantar a autoestima da comunidade.

Atenção, candidato. É proibido pedir votos em igrejas, templos e em comércios. Prestem atenção.

De Pé na Patrola

O prefeito Jorge Derbli está caminhando bastante. Tem se dedicado pós-expediente para fazer caminhadas nos bairros principalmente. Muitas demandas reprimidas ele está recebendo pessoalmente.

                                     “3”

Apenas três municípios terão dois candidatos a prefeito em suas cidades

A folha de Irati está entrevistando os candidatos a prefeito da nossa região, o convite está sendo estendido a todos os candidatos a prefeito. Ótima oportunidade para mostrar trabalho e conhecimento. Esta semana, entrevistamos candidatos de Fernandes Pinheiro, Teixeira Soares, Rio Azul e Inácio Martin, na foto abaixo, o flagra do encontro dos candidatos de Inácio Martins, Padre Marcos e Junior Benato. Lá vai pegar fogo.

 

“Meu nome é João”

O professor João Dremiski do PCdoB, até então, terá de trocar a candidata a vice, Claudete Bassen, na sua chapa. Para relembrar, haviam duas atas do PT, uma que indicava Claudete como vice de João e outra que lançava a candidatura própria e pura do partido. A decisão do Juiz eleitoral confirmou a candidatura do PT, e com a decisão a qual o PCdoB recorre, o PCdoB perde recurso do fundo partidário que viria do PT e o seu tempo de rádio diminui significativamente. Agora restará para João 12 segundos, pouco mais que Eneas, o emblemático candidato, tinha quando utilizava o tempo apenas para dizer o nome. Talvez ouçamos apenas: “Meu nome é João 65”. Veja agora o que o PCdoB diz em nota.

“Eu João Luis Dremiski, candidato a prefeito pelo PCdoB, venho a público me manifestar diante a decisão judicial, que deixou a Coligação Movimenta Irati (PCdoB/PT), sem tempo nos programas eleitorais de rádio.

Em decorrência da dissidência partidária no PT municipal, que contraria, inclusive, a decisão do Diretório Estadual do partido, favorável à coligação com o PCdoB, em caráter liminar, a decisão judicial suspendeu o tempo de rádio da Coligação Movimenta Irati até que ocorra uma definição com relação à candidatura à vice-prefeita.

A assessoria jurídica do PCdoB já entrou com o agravo no tribunal de justiça. Agora aguardamos a decisão, o mais breve possível, para que possamos apresentar nosso plano de governo para a população iratiense através deste meio tão importante que é o rádio. ”