Golpistas se apoiam em novas táticas para praticar fraudes

Bandidos estão utilizando o código 42 para aplicar os golpes e contam com a ajuda de laranjas para receber o dinheiro roubado

Os golpes por aplicativos, embora não sejam tão recentes, continuam fazendo vítimas na região. Os bandidos costumam entrar em contato pelo WhatsApp, se passando por algum conhecido da vítima que necessita de dinheiro, até mesmo cobrando o aluguel.

Um membro da nossa equipe recebeu mensagem de um dos golpistas, se passando por um cobrador de aluguel e dizia que havia mudado de número. O contato possuía como foto de perfil uma frase, com o DDD 42, e em nenhum momento citou algum nome.

O contato chegou ainda a passar a conta bancária para ser feito o depósito, se tratando de uma conta poupança do banco Caixa, de Niquelândia, Goiás.

Thaysa Nabozny, oficial da 8ª Companhia da PM de Irati, fala sobre como identificar os golpes para evita-los. “A pessoa quando recebe estas mensagens, costumam perguntar se o indivíduo do outro lado é o locatário ou alguém para quem elas devem dinheiro, e o indivíduo vai confirmar e vai dizer que trocou de número, inventar uma história sobre o que aconteceu com o número antigo, vai passar a conta de um laranja, uma pessoa que é convencida a passar seus dados bancários em troca de uma parte do dinheiro do golpe”, contou Thaysa.

Para não serem identificados, os perfis costumam terem imagens de passagens bíblicas ou frases como foto de perfil e nunca um nome real. “As pessoas têm que tomar muito cuidado no WhatsApp porque nem sempre é quem a gente imagina, então se você recebeu uma mensagem sobre locação de um novo número, primeiro converse com o número que você já tem costume de conversar, aquele que você tem certeza de quem é a pessoa por de trás. Se falou que é alguém do banco, sempre ligue no banco, procure confirmar os dados sempre antes de realizar uma transferência”, finalizou.

COMO SE PROTEGER

Para evitar que o WhatsApp seja clonado, o aplicativo disponibiliza algumas funções que dificultam esta ação. Confira abaixo:

  1. Quando instalado no aparelho móvel, o WhatsApp costuma enviar um código de ativação por SMS. Se alguém estiver tentando clonar seu perfil no aplicativo, necessitará deste código, por isso é de extrema importância que ele não seja compartilhado com ninguém.
  2. Ativar a ‘Confirmação em Duas Etapas’ funciona como uma camada extra de proteção para o seu aplicativo, já que a pessoa que tentar acessar a conta de outro aparelho precisará de uma senha de seis dígitos. Para ativar a confirmação, entre em “Configurações”, “Conta”, “Confirmação em duas etapas” e escolha sua senha, nunca a compartilhe com ninguém.