Mulher é presa suspeita de torturar o filho em Prudentópolis

Criança tem dois anos e foi hospitalizada com várias lesões

Amanda Borges, com informações da PM

Em Prudentópolis, no domingo (1º), uma mulher foi presa preventivamente suspeita de torturar o próprio filho de dois anos. A criança foi internada no sábado (30), com diversas lesões pelo corpo. De acordo com Polícia Militar, o laudo médico indica que os ferimentos não foram ocasionados por acidente doméstico e que, possivelmente, ocorreram em diferentes dias.

A criança foi levada ao hospital pela mãe que, após ser interrogada pela polícia, afirmou que os machucados eram frutos de uma queda da cama. Além disso, a mãe disse que procurou apoio médico por conta de lesões nas costas, cabeça e rosto do filho.

Contudo, os médicos que atenderam a vítima também encontraram outros machucados no corpo do menino, incluindo um ferimento no braço direito e outro na cabeça da criança, ocasionado por objeto cortante.

De acordo com o portal de notícias G1, a mulher foi autuada em flagrante por tortura e, logo após, a justiça converteu o flagrante em “prisão preventiva”. A criança foi transferida para um hospital em Guarapuava.