Passageiro de ônibus de linha é preso pela PRF por importunação sexual em Irati

Ocorrência envolveu uma mulher que viajava no mesmo banco que o homem

No domingo (25), uma jovem de 20, natural de Curitiba, foi vítima de assédio sexual em um transporte coletivo que seguia para Santa Catarina. O indivíduo de 38 anos, que cometeu o delito, foi encaminhado para a Polícia Civil de Irati para a lavratura da prisão em flagrante.
O motorista do ônibus parou no Posto PRF de Irati e relatou aos policiais que uma das passageiras sofreu assédio durante a viagem do homem que viajava ao lado. O criminoso a acariciou sem qualquer consentimento e também esfregou o órgão genital nas pernas da passageira.
Diante das informações, a equipe ouviu a vítima que viajava sozinha e confirmou o fato junto aos policiais. Em seguida, a equipe PRF adentrou no ônibus para verificar o homem denunciado. O indivíduo estava extremamente alterado e foi necessário contenção com o uso de algemas. Também foram ouvidas testemunhas que estavam no interior do veículo que repassaram os detalhes da ocorrência.
Em revista às malas do detido, foi constatado que transportava mercadorias de origem estrangeira sem documentação fiscal, as quais foram apreendidas e encaminhadas à Receita Federal de Ponta Grossa.
O crime de importunação sexual está previsto na Lei 13.718 de 24/09/2018:
Praticar contra alguém e sem a sua anuência ato libidinoso com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro. A pena é de reclusão de um a cinco anos, se o ato não constitui crime mais grave.
PRF informa que qualquer ocorrência dessa natureza nas rodovias federais, deve ser imediatamente comunicada à polícia pelo 191, ou diretamente nas Unidades Operacionais,  para que sejam tomadas as providências com vistas  a inibir este tipo de crime.