Polícia Ambiental encontra área de desmatamento e pássaros silvestres irregulares em Prudentópolis

Situações aconteceram em duas ocorrências distintas

Na segunda-feira (18), a Polícia Ambiental atendeu duas ocorrências com irregularidades em que dois proprietários foram multados, um por destruição de vegetação nativa, e outro por caça e comércio de pássaros. Ambas as situações ocorreram em Prudentópolis.

O primeiro atendimento foi na Linha Piquiri, em que os policiais constataram destruição de vegetação nativa mediante destoca e uso de fogo em uma área de 6,31 hectares. Ainda, corte de pinheiros araucária – espécie ameaçada de extinção, sem autorização. Ao infrator foi lavrada multa ambiental no valor de R$107.500,00 e Polícia Civil oficializada para procedimentos cabíveis.

O outro atendimento foi referente a crime ambiental de caça e comércio de pássaros. Em contato com o denunciado, o mesmo apresentou o registro de criador amador e da licença para os animais que o mesmo possuía sem alterações de anilhas ou documentos, porém, durante a vistoria, foi identificado dois pássaros da espécie Azulão em um local isolado. O denunciado de imediato relatou que tinha capturado os mesmos recentemente e estavam irregulares. Ao infrator foi lavrado um termo circunstanciado por manter em cativeiro espécies da fauna silvestre nativa sem autorização do órgão competente, além de multa ambiental no valor de R$1.000,00.