Polícia prende suspeito de ser o principal traficante e líder de grupo criminoso de Teixeira Soares

PCPR

Em desdobramento da Operação Parabellum deflagrada no último dia 26/05, desencadeada pela Delegacia de Polícia Civil de Teixeira Soares/Pr, foram localizados e presos, na data de 29/05, no município de Mafra, estado de Santa Catarina, mais dois suspeitos, sendo eles um casal, suspeitos de integrarem o grupo criminoso investigado concernente ao tráfico de drogas.

Após a deflagração da operação em diversos municípios, mandados de busca e apreensão foram expedidos e cumpridos na residência do casal situado em Curitiba. Contudo, ambos haviam se evadido do local, sendo encontrada somente a mãe e sogra do casal, a qual também fora detida por suspeitas de integrar o grupo criminoso, uma vez que havia também um mandado de prisão em seu desfavor.

De imediato, as equipes de inteligência da Polícia Civil de Teixeira Soares/Pr, em conjunto com a Agencia Local de Inteligência da Polícia Militar de Irati/Pr, se debruçaram na colheita de informações e realizaram minuciosas diligências que pudessem chegar ao paradeiro do casal suspeito. Por sua vez, as equipes obtiveram êxito nas investigações, as quais desvendaram o paradeiro do foragido, o qual estava homiziado no Estado de Santa Catarina, município de Mafra. Com base no levantamento realizado, foi solicitado o apoio ao Serviço Reservado da Polícia Militar da cidade de Mafra/Sc, com o apoio das Polícia Civil de Rio Negro, que localizaram a residência indicada onde o casal se encontrava, efetuando, na manhã de 29/05, a abordagem no momento em que o casal saía da residência em companhia de outro familiar, que também possuía mandado de prisão em seu desfavor por inadimplemento alimentar, além de ostentar uma considerável ficha criminal. Na ocasião, possivelmente estariam empreendendo fuga para outra região, na intenção em continuarem intocáveis das garras da justiça. Assim sendo, todos os detidos foram conduzidos até a Cadeia Pública de Rio Negro/Pr, onde permanecem a disposição da Justiça.

O casal preso, aliás, é apontado pelas investigações como os líderes do grupo, o qual eram auxiliados pelos demais integrantes apontados pela investigação e já detidos na operação, dentre eles a irmã e mãe da investigada. O jovem, apontado como líder, estava evadido do sistema penitenciário desde meados de 2020, quando fugiu da cadeia pública de Irati, local onde cumpria pena. Ele ostenta extensa ficha criminal por várias práticas criminosas como roubo, furto e tráfico de drogas, existindo sentenças que somadas se aproximam dos 30 anos em condenações. Também há outros dois mandados de prisão contra o suspeito em vigência.

O grupo foi revelado após a deflagração da primeira fase da operação, quando foi constatado, através de minuciosas investigações, que o líder do grupo era o principal fornecedor de drogas para o município de Teixeira Soares, além de municípios conexos, e se utilizava de uma complexa dinâmica na movimentação dos valores provenientes com o comércio ilícito e com o transporte e entrega do entorpecente. O Casal, por sinal, ostentava uma condição financeira satisfatória, residindo em casa de alto padrão e possuindo veículo de luxo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.